quinta-feira, 31 de março de 2011

Coincidências

Há dois dias, veio aqui a Paris, em serviço, uma amiga de Lisboa. Ao final desse dia, alguém comentou que essa pessoa era extremamente parecida com uma determinada jornalista portuguesa. 

Era verdade! Eu próprio tinha feito uma "gaffe", uma vez, confundindo as duas. Mas já não via essa jornalista há uns bons 12 anos.

Ontem, chegado ao escritório, recebo um telefonema. De quem? De Portugal, dessa jornalista, a convidar-me, em nome de uma organização onde trabalha, a fazer uma palestra em Lisboa, no início de Maio. 

Com a maior naturalidade, e para grande surpresa dela, disse-lhe: "Ainda ontem aqui falámos de si". Mas quem estava mais surpreendido era eu.

As coincidências cada vez mais me intrigam. Leiam aqui, aqui, aqui e aqui.

4 comentários:

Anónimo disse...

Pois eu apanhei uma das minhas irmâs a ouvir Nilton césar e como não tenho mais tempo para expressar, o Tudo passa Tudo passará...

http://www.youtube.com/watch?v=3gMtuG3n0Ps
Aí vai o Nelson Ned ...

Não é que gostei a sério paralelamente ao Just breath do Pearl Jam...
Isabel Seixas

É...Coincidências

Mônica disse...

Coincidencia pode ser providencia divina algumas vezes
com carinho MOnica

Helena Sacadura Cabral disse...

Pois eu acho, Senhor Embaixador, que só há coincidências...
O sentido delas é que, por vezes, me escapa!

Anónimo disse...

Coincidências, premonições, o que que se seja... Sempre fui demasiado céptica, mas começam a intrigrar-me a pouco e pouco.

Isabel BP