quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Pero que las hay, las hay!

Ele há coisas muito estranhas!

Há minutos, ao olhar a contracapa dos três primeiros volumes, recém-editados, da excelente colecção Portugal Futuro, da Sextante Editora, dirigida por António José Teixeira, descobri que nela é citada a famosa frase de Vieira, na "História do Futuro": "Nenhuma cousa se pode prometer à natureza humana mais conforme ao seu maior apetite, nem mais superior a toda a sua capacidade, que a notícia dos tempos e sucessos futuros". Uma bela frase, em particular neste tempo eleitoral...

Nesse instante, recordei-me do meu amigo Padre Brandi Aleixo, escritor e professor brasileiro, talvez a maior figura da divulgação de Vieira no seu país, com quem tive o gosto de trabalhar em diversas iniciativas, em especial durante 2008, o Ano Vieirino.

Pois não é que, no momento seguinte, recebo no meu e-mail uma mensagem de Brandi Aleixo a dar-me conta da mudança do seu telefone?!

"Pero que las hay, las hay!".

3 comentários:

Helena Sacadura Cabral disse...

Há quem lhe chame premonição. Outros telepatia sensorial. Outros, ainda, como eu, encantamento!

José Barros disse...

Pragmaticamente, se o Embaixador nâo conhcesse o Padre e vice-versa isso nunca aconteceria.

Helena Sacadura Cabral disse...

De facto, se os meus Pais não se tivessem conhecido, pragmaticamente falando, eu nem projecto seria...