terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Secretas


O Conselho de Fiscalização dos Serviços de Informação pronunciou-se a favor da fusão entre o SIS e o SIED.

Tenho a maior das dúvidas sobre a autoridade dos pareceres desta entidade  que, ao longo dos tempos, mostrou uma eficácia mais do que duvidosa, sendo "toureada" sistematicamente por aqueles a quem competia vigiar.

Se o Conselho de Fiscalização fizesse melhor aquilo que realmente lhe compete, talvez pudesse ter evitado escândalos que mancharam a imagem interna e externa desses serviços. E de Portugal, por tabela - e sei do que falo, porque senti isso lá por fora.

Leio na imprensa de hoje que os partidos mais à esquerda não deixarão passar esta fusão. "Deus os guarde" nesta atitude que, como se sabe, desagrada a alguns seguidores do "grande arquiteto universal". E mais não digo, porque isto de secretas tem muito que se lhe diga. 

3 comentários:

Anónimo disse...

São mais as coisas positivas que os parceiros da esquerda forçam, do que aquilo que o embaixador reconhece. Quando vão sozinhos ou com Marcelo distraem-se.

Anónimo disse...

Ja bastou a vergonha de não terem denunciado a presença dos marroquinos de aveiro a quem de direito. (Esta li-a eu nos twitters franceses)

é so artistas este pais.

Anónimo disse...

Nem o "Arquitecto Universal " o salva do "polvo unido jamais será vencido":

"O primeiro-ministro, António Costa, sublinhou hoje que o problema no sistema financeiro português não é novo, mas o executivo que lidera não fingiu que o desconhecia e está nesta fase a resolver a situação."