quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Liberdade de imprensa

Leia-se, com gosto, o delicioso obituário que Bob Woodward and Carl Bernstein escreveram sobre Ben Bradlee, o homem que, à frente da edição do "Washington Post" os deixou levar a cabo a investigação que desmascarou o caso Watergate e que acabou por obrigar à resignação de Richard Nixon.
 

2 comentários:

Joaquim de Freitas disse...

"During the first month of Jimmy Carter’s presidency in 1977, Bradlee was summoned to the Oval Office as The Post was preparing to publish a story that King Hussein of Jordan was on the CIA payroll. Carter confirmed the CIA payments but made a personal plea for Bradlee not to publish the story. After Carter acknowledged that publication would not harm national security, Bradlee made the decision to print it, incurring Carter’s wrath. A personal note arrived from the president, rebuking Ben for the “irresponsible” story."


Este paragrafo do artigo do "Post" - a corrupção dum rei - demonstra o poder extraordinário desta Nação que foi fundada pelos puritanos vindos da Inglaterra.

Um dia, a Historia também nos dirá o nome daqueles que no Ocidente dirigem , hoje, os povos na ignorância , aceitando "cooperar" com a potência predadora da humanidade. Quantos se encontram no "payroll" da CIA no Ocidente?

" After Carter acknowledged that publication would not harm national security" ! Claro, enquanto a segurança dos EUA está garantida, tudo é possível!!!!

Por outro lado, há que admitir que a liberdade dos media é total e constitui um certo equilíbrio das forças.

Anónimo disse...


Sr. Embaixador, poderá ajudar a enviar mensagem de alerta para uma maior protecção dos passarinhos que são capturados aos milhares com ratoeiras para refeições de particulares, de bares e restaurantes no Algarve, o que leva à extinção dessas aves
obrigado
Pedro