sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Charlie

"Charlie Hebdo" foi o nome escolhido pelos editores de "Hara-Kiri" depois de esta revista ter sido suspensa pelas autoridades francesas, na sequência de comentários humorísticos feitos por ocasião da morte do general De Gaulle, em 1970.

O que raramente tem sido referido pela imprensa é que o novo nome foi uma homenagem a Charlie Brown, a figura central (a doutrina divide-se: para mim é Snoopy, mas tudo bem!) da fantástica banda desenhada americana "Peanuts", criada em 1950 por Charles M. Schulz.

Estou certo que Charlie Brown (e Snoopy e até a mazona Lucy) estarão bem tristes nos dias que correm.

4 comentários:

Dr. Fonseca Galhão disse...

Charlie Brown e não Charlie De Gaulle?

Francisco Seixas da Costa disse...

Não sei quem inventou a história do "Charlie" De Gaulle. É completamente falsa. Entre outras referências, leia aqui http://time.com/3657256/charlie-hebdo-paris-attack/

Dr. Fonseca Galhão disse...

Não estava a contrapor. Estava, simplesmente, a perguntar, uma vez que a coincidência, convenhamos, se presta a isso. De qualquer modo, não seria de estranhar que esse Charlie tivesse para ali um grão de sal, certo?

Dr. Fonseca Galhão disse...

Mas já agora (e como não há como perguntar ao Google) aparentemente terá sido o próprio Wolinski a confirmar que o "Charlie" advém, realmente, do De Gaulle. Tê-lo-á dito numa entrevista ao Écho des Savannes n.239 (em 2004).

http://fr.wikipedia.org/wiki/Hara-Kiri_(journal)

Há mais referências por essa net fora. Confesso que não tenho essa edição para confirmar (nem tempo para a procurar) pelo que, enfim, isto vale o que vale.