terça-feira, 17 de setembro de 2013

Nunca!

A resposta daquele contínuo, frente ao responso que o acusava de ter sido ele o responsável por uma qualquer ação menos adequada, ficou histórica:

- Ó senhor embaixador, não é verdade! Nunca fiz isso, nem volto a fazer...

8 comentários:

Anónimo disse...

Não foi o Senhor Matos de certeza! Um abraço. JPGarcia

Anónimo disse...

Pelas notícias que estou a ouvir neste momento parece que a história se repete, mas agora ao mais alto nível, seja ministerial ou na gestão das EP...

Graça Sampaio disse...

De mais!!!

Ésse Gê (sectário-geral) disse...

Citação:

"Não fiz, não faço, nem façarei!!!"

Isabel Seixas disse...

Pronto foi sem querer... Acontece
O máximo.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

O contínuo chamava-se Maria Luís?...

Anónimo disse...

Não sabia que a palavra responso podia ter o sentido utilizado no texto. Fui ver ao dicionário e tinha razão. Consigo, Embaixador, aprende-se sempre alguma coisa.

Carlos Fonseca disse...

Caro comentador Ésse Gê,

A frase que cita foi dita pelo boliqueimado político da Calçada da Ajuda, não foi?