quinta-feira, 17 de março de 2011

Açores

Pedro Pauleta é uma das "caras" de Portugal em França, onde tem uma imagem de prestígio e grande simpatia na opinião pública. 

Esta manhã, como "embaixador" dos Açores, Pauleta esteve na Embaixada, numa iniciativa para a qual abri as nossas portas, com vista à apresentação de uma parceria entre a SATA e a Aigle Azur, que vai permitir uma ligação mais fácil e articulada entre os voos desta última companhia com destino a Portugal e a importante rede da companhia açoreana. Quase uma centena de jornalistas e promotores turísticos juntaram-se-nos nesta operação de divulgação.

Os Açores são uma região turística portuguesa que necessita de uma mais ampla promoção, pelo produto diferente que representa, num mundo que já procura algo mais para além do "sol e praia". Ao lado de outras regiões portuguesas, o turismo dos Açores está representado na Feira de Turismo, que tem lugar aqui em Paris, em que temos um interessante stand.

Em 2010, a França foi o país emissor de turistas para Portugal que apresentou números mais favoráveis, o que não pode ser desligado do trabalho intenso e qualificado de promoção que tem vindo a ser desenvolvido em França pelas nossas autoridades do setor.

4 comentários:

Mônica disse...

Adorei conhecer Portugal mas não fomos em Açores.
com carinho
sua amiga Monica

Anónimo disse...

Pena que ele tenha delcarado a uma TV francesa ser pelo PSG, hoje, contra o Benfica... a 'águia dos Açores' ao menos fala claro e, depois, o PSG paga-lhe!

Anónimo disse...

Outro Paulo que ficou como um marco em França, agora já tão esquecido dos portugueses foi o Futre.
Com um nome daqueles sempre o admirei pela coragem que teve. Como pouco ouvia os relatos pelo radio do carro já não me lembro como os jornalistas diziam o seu nome!

patricio branco disse...

a madeira foi definitivamente descoberta pelos franceses e o francês ouve-se na rua a todo o momento. Tambem o italiano, o espanhol e turismo de leste.
Os açores tambem serão pouco a pouco cada vez mais visitados e a SATA, companhia aérea publica mais antiga que a TAP, bem saberá fazer o seu papel.