terça-feira, 20 de junho de 2017

Especialistas


À legião de especialistas florestais e em prevenção que andam nestes dias pela nossa comunicação social atribuo a mesma credibilidade que, desde há uns anos, dou aos economistas que por lá pululam: uns terão razão, outros não. Eu não sei.

24 comentários:

Anónimo disse...

No fundo desde que me conheço Portugal vive em estado de alarme social permanente. A televisão que é no entanto um poderoso veículo de conhecimento mantenho a sempre desligada em Portugal. Hoje fogo, amanhã Sócrates, depois austeridade. Não podemos deitar fora a nossa latinidade. Entre nós e outros povos do Sul venha um holandês e escolha...

patricio branco disse...

pois mesmo que eles saibam estão é a pregar para o deserto, nada vai ser diferente depois de pedrogão, os fogos vão continuar e intensificar-se mesmo, as coisas estão feitas assim, não toques nisto, deixa estar, o balanço é positivo economicamente, perderam-se 100 com o fogo (eucaliptos) mas vendemos mil, o negócio é bom, arvore que cresce rápida, boa para papel, não protegida, imagina que um sobreiro doente atingido com a doença deles não pode ser cortado sem uma autorização especifica da d g das florestas bem documentada, e demorou 60 anos a fazer-se adulto, e terá de ali ficar, venha o eucalipto, só faltam os cangurus e os koalas, umas tantas mortes fazem parte do ciclo da vida e da natureza, do negócio, etc etc

Anónimo disse...

Muito bem ! Mas então, esclareça-nos sff: porque supõe que os "especialistas" estrangeiros serão melhores ?!

MRocha

JS disse...

E já agora, Sr. Embaixador, aos políticos de vários matizes. As múltiplas ideologias políticas comerciáveis também estão pelas ruas da amargura.

Anónimo disse...

Os economistas que andam há anos pelas televisões dizem todos o mesmo,como é que uns podem ter razão e outros não?

Onde há diferença é nos economistas que chegaram há uns meses às televisões - como Ricardo Pais Mamede. E que têm visto as teorias perfilhadas confirmadas pela prática.

Anónimo disse...

Senhor Embaixador

Numa coisa os especialistas parecem estar todos de acordo, é necessário colocar mais meios na prevenção e na limpeza e manutenção das florestas.

No nosso país, apesar dessas opiniões, temos (todos os Governos, de qualquer cor) estado a fazer tudo ao contrário, temos estado a investir no combate e mesmo aí mal, como se pode ver com a falha que aconteceu no SIRESP e que terá causado problemas graves no combate aos fogos e à defesa da segurança das pessoas, permitindo o elevadíssimo número de vítimas mortais e feridos.

De uma vez por todas têm de se criar meios para a prevenção e limpeza. Reactivem os guardas florestais, dotem-nos de equipamento adequado. façam uma quadrícula adequada do território nacional.

Talvez seja também útil redefinir o que está plantado nas nossas florestas, nomeadamente os eucaliptos.

Anónimo disse...

Sr. Embaixador,
A Economia não é uma ciência exacta logo cada um pode ter a sua perspectiva sobre o mesmo assunto. Esta é a primeira coisa que nos dizem quando se entra nas aulas de Economia.

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

Tambem Nunca vi um economista maneta.
MAS vi um estudo dum escosse prof Oxford de 1800... , sobre a avaliacao do peso do bovine no mercado feria ums este VULGARES COMUNS verso ESPECIALISTA , a deviacao do ERRO a peso real em kilos e mais certa nos nao especialistas em conjunto.

Sr EMbaixador, e imconpreensil e inaceitavel que num pais que gasta 50% do PIB. Em burocracias do governo, nao tenham conseguido extrair o pessoal de Leiria cercado pelo fogo. The buck stops with A. Costa e se ele tem ALGUMA ETICA e vergonha na cada deve a presenter a DEMMISSAO.

Hoje Trump anda a rasca.
O 6 distrito de Georgia vota para representante casa Federal, eleitorado 90% college Grads, la oTrump ganhou por um por cento, me parece. Gasto numeros record dollars na cmpanha.
KAREN HANDELL vs. JON OSSOF. Quero lembrar we aqui nos USA ninguem vota por partido para coisa nenhuma.
Karen e pro Trump e Jon e vehemente contra.

Anónimo disse...

é como o pessoal da politica internacional...

Viriato disse...

Completamente de acordo com JS. E mais não digo porque não quero ser acusado de xenofobia, sentimento que odeio e combato.

Anónimo disse...

Ao fim de várias décadas descobriram que existem dois portugais, um do litoral onde uns apanham sol e se bronzeiam mais os estrangeiros e outros do interior onde o fogo faz vítimas onde apenas 3% são fogos criminosos o resto é a natureza e a política....

Haja Deus, pelo menos !

Anónimo disse...

@Augie Cardoso, Plymouth
Se voçê nem sabe escrever Português, o que se pode aprender em qualquer sítio que raio o leva a pensar que sabe alguma coisa daquilo que aqui se passa?

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

Ao anonimo das 20:58
E dificil realmente lutar com o google corrector e um IPad que nasceu ingles e prezevar a lingua de Camoes.
E bem facil ver a corrupcao organisada e partidaria que ai se passa.
Mas desculpe la , nao e bom ver VIRGEMS ofendidas....

Anónimo disse...

"@Augie Cardoso, Plymouth
Se voçê nem sabe escrever Português, o que se pode aprender em qualquer sítio que raio o leva a pensar que sabe alguma coisa daquilo que aqui se passa?"

O argumento é vil. Com um bocado de sorte o meu amigo esta a criticar un bot...

Ah "você" não se escreve com cedilha

cumprimentos

Augie Cardoso, Plymouth, Conn. disse...

Ao amigo c de cedilha,
Pois esta bem, entao passé bem....
" Criticar um bot " ?!?!? What's that?

Anónimo disse...

A cara Augie nao podera especificar?

"E bem facil ver a corrupcao organisada e partidaria que ai se passa."

Refere-se ao PSD, ao PS, ao CDS, aos partidos, ou a figuras dos partidos? ao Portas? a Passos Coelho? A Costa? A Louçã? a Socrates?

esta a falar de um caso em particular? tem alguma sugestão para corrigir os defeitos da democracia e da justiça portuguesa? tem ideia de como implementa-la?

Portugalredecouvertes disse...

Os especialistas deveriam falar durante todo o ano Sr. Embaixador e preparar a proteção dos cidadãos para o ano seguinte,
que haja consenso que os problemas têm de ser resolvidos como um desígnio nacional, quando parece que ninguém quer falar do que passou, mal se muda a folha do calendário, deixa de ser notícia, já não se está em cima do acontecimento, e os especialistas passam a outro assunto mais "quente", desculpem o termo :(((

Anónimo disse...

Apesar das coisas, eu aos especialistas vou sempre ouvindo o mesmo. Prevenção, aproveitamento da biomassa, ordenamento, ataque aos eucaliptos, replantação, reactivação de serviços florestais.

Aos polícias, bombeiros, protecção civil e políticos, por outro lado, vejo conversas acerca de meios de combate e de não reactivação de serviços florestais. Não dão seguimento aos especialistas e estão do lado dos grandes investimentos e gastos em meios, mas recusam recuperar mestres florestais, cantoneiros, etc.

Anónimo disse...

Cara Augie

evidentemente não compreendeu que a estava a defender... ainda que lhe tenha chamado bot...

https://pt.wikipedia.org/wiki/Bot

(os bots entre outras coisas escrevem textos automaticos... genero traduçoes do google...)

enjoy!

Anónimo disse...

Para memória futura de centenas de "memórias de vários governos ......????

Editorial do El Mundo:

Las autoridades lusas, completamente desbordadas, movilizaron más de 700 efectivos. Un dispositivo a todas luces insuficiente para controlar, perimetrar y, finalmente, extinguir un incendio de proporciones tan devastadores. No es de recibo que, en pleno siglo XXI, en un país de la Unión Europea un incendio forestal ocasione un número de víctimas mortales tan elevado. Máxime teniendo en cuenta los antecedentes de los últimos años. Lo que muestra este terrible episodio es que, a día de hoy, Portugal no está preparado para hacer frente al fuego. Ni ha llevado a cabo las labores preventivas idóneas, ni tampoco dispone de un dispositivo óptimo para controlar, perimetrar y extinguir los fuegos, lo que revela no sólo la ineficacia de sus equipos sino una preocupante ausencia de medios. La crisis y el rescate económico han mermado notablemente la capacidad de inversión del Ejecutivo luso. Pero ello no es óbice para desantender una amenaza tan grave y preocupante como la de los incendios, cuyas dramáticas consecuencias exceden el daño medioambiental."

Anónimo disse...

@Anónimo corrector ortográfico 21 de junho de 2017 às 01:29

Escreve-se um e não un.

Anónimo disse...

@Anónimo 21 de junho de 2017 às 18:14

Nem os bots nem os tradutores automaticos conseguem escrever tao mal

Anónimo disse...

corrector do corrector ortografico

depende da lingua que estiver a falar meu caro... mas sim, tem razao, nao foi um momento português...

cpts

Anónimo disse...

Aos correctores:
Aqui o que interessa é a ideia da mensagem.
Parecem aqueles membros de jurí os quais não sabem nada do asssunto e na defesa de tése põem-se a criticar as virgulas e os ponto-e-virgulas de um trabalho científico de alguns anos.
Todos os pretextos sao bons para fugir às criticas contra os capangas de cada um. A razão pura não interssa até porque deve ser burguesa.