quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Guantanamo


Obama aparece hoje como santificado, ao lado daquilo que Trump representa. De facto, não há como compará-los.

Obama foi eleito há quase uma década com a promessa de encerrar Guantanamo, uma prisão na ilha de Cuba (e que não é só mais uma) onde já então jaziam - e ali ficaram também por toda essa quase década de Obama, não o esqueçamos - centenas de detidos (hoje ainda são cerca de 80), acorrentados, em condições de humilhação infra-humana, sem nunca terem sido objeto de qualquer condenação, sem possibilidade de acesso aos mais elementares direitos da Justiça, num limbo judicial vergonhoso, desrespeitador de todas as regras dos Direitos Humanos e do Estado de direito.

Obama vai deixar em Guantanamo muitos prisioneiros que os EUA, por falta de provas, não conseguiram nunca condenar, mas que por ali continuarão sob o peso das suspeitas insubstantivadas, que já foram sujeitos a desumanas torturas, que Obama suspendeu mas que Trump já disse que tinha intenção de reintroduzir. 

Que acontecerá aos prisioneiros de Guantanamo, agora com Trump a chegar à Casa Branca? Ninguém fala disto? Não é popular, por serem muçulmanos? E Obama, dormirá bem?

10 comentários:

Ana Vasconcelos disse...

Guantanamo é uma vergonha e diz muito dos EUA.

Anónimo disse...

Obama não dormirá bem, não por lhe doer a consciência, mas por o Congresso lhe ter boicotado o fecho de Guantanamo. O senhor embaixador, sempre bem informado, devia saber isto.

https://www.washingtonpost.com/news/powerpost/wp/2016/09/14/house-wants-to-block-obama-from-releasing-any-more-guantanamo-detainees/?utm_term=.5f89da599ead

Anónimo disse...

Espero que durma mal. Era uma promessa e devia ter aproveitado a descompressão com Cuba para encontrar uma solução para esses prisioneiros e, mais, acabar de uma vez por todas com Guantanamo, pura e simplesmente. É uma nódoa no seu cv de Presidente.

Anónimo disse...

Palhaço experiente,formação teatral, já participou de diversos eventos.

Anónimo disse...

"Que acontecerá aos prisioneiros de Guantanamo, agora com Trump a chegar à Casa Branca? Ninguém fala disto?"

Quase ninguem fala disso porque quase ninguem faz futurologia.
O Sr. embaixador faz ??

ignatz disse...

"Quase ninguem fala disso porque quase ninguem faz futurologia.
O Sr. embaixador faz ??"

boa pergunta, faz depois do resultado ser conhecido e de ter consultado os fazedores de opinião mais cotados da comunicação social.

Joaquim de Freitas disse...

TRISTE FIM DE MANDATO

DO PREMIO NOBEL DA PAZ

Pobre Barack Obama :Alguns dias antes do fim do seu mandato, tendo realizado muito pouco do que foi o seu ambicioso, programa, e Guantanamo é a parte vergo,hosa do seu mandat,entornou o caldo todo ao impor sanções aos Russos para os punir da sua espionagem nos EUA. Como se a CIA fosse um antro de anjinhos que não espionam ninguém, nem mesmo os telefones dos chefes de Estado ocidentais, seus amigos e aliados! Bando de hipocritas...

Digo que é mais que tempo de ir embora, o pobre Obama, que não suporta que os Russos tenham conseguido um cessar-fogo , precário, certo, na Síria, entre Assad e aqueles “rebeldes” gentis e “moderados” que Obama e o Ocidente financia e arma para …fazer cair Asssad. Porque o objectivo era esse, e nada mais. Os 350 000 mortos não têm importância para os EUA.

E esta areia enviada nos olhos do mundo inteiro, para fazer crer que Hillary perdeu por causa dos Russos… Não ser capaz de compreender que foi ela mesma que”se” perdeu nos labirintos de Wall Street, nas montanhas de dinheiro que as oligarquias lhe deram para ganhar as eleições e defender ultimamente os seus interesses…na falta de empatia desta candidata que arrasta com ela a reputação de excitada do gatilho, que votou a guerra do Iraque, a da Líbia e a da Síria. Centenas de milhares mortos…no seu activo!

E quando leio hoje isto, pasmo de tanta inocência : que traduzo assim:
Paul Ryan, Chefe Republicano do Congresso, afirma que ‘ A Rússia não partilha os interesses dos EUA , e disse mais “ de facto a Rússia pensou sempre em sabotá-los”…
Paul Ryan, the Republican House Speaker, welcomed the order. “Russia does not share America’s interests,” he said. “In fact it has consistently sought to undermine them.”

Que candura! Ou antes, que estupidez imensa numa tão pequena frase…Como se os EUA tivessem partilhado um dia os interesses da Rússia!!! Cercando-a consistentemente de bases militares mesmo à sua porta...

Como podem esquecer que os EUA foram o país que enviou um avião U2 pilotado por esse pobre Powers, por cima da Rússia, para enviar flores ao Kremlin…Voava muito alto, isso sim, mas não impediu os Russos de o abaterem…por cima da Rússia.
Pobre diplomacia americana. Obama armou uma armadilha ao seu sucessor! Nada mais! Esperando ,que Trump vai cair nela... Mas Putine nao responderà com o mesmo coice, porque vai esperar pela politica da era Trump...Mas o laço de Obama é realmente muito grosseiro...

Claro que os meus "amigos da onça" do costume, que pairam sobre este blogue, vao voltar com ladainha habitual : " Freitas é anti-americano" Como sao incapazes de constestar o que escrevo ou trazer melhores argumentos, vou-desejar-lhes um Ano como merecem...

Anónimo disse...

Ana Gomes vai tornar a falar sobre o assunto vergonhoso
João Vieira

Isabel Seixas disse...

Mais uma prova que não existe Deus pelo menos na dimensão justa e misericordiosa que lhe atribuem...

Por outro lado os critérios de atribuição do prémio nobel da paz são emitidos com uma ligeireza e leviandade que leva ao descrédito.

Gostei muito deste post e também da análise do comentador Joaquim de Freitas, esperemos que governantes menos fúteis sem deslumbramentos de ribalta e com olhares menos povoados da cobardia obsessiva de perder esse altar de suporte de barro, sem a noção clara da sua mortalidade e frieza crua, tão desumana, floresçam das cinzas destas injustiças.

Anónimo disse...

@Joaquim de Freitas
Estou totalmente de acordo