sexta-feira, 21 de junho de 2013

Steinbroken arrependido?

A propósito da necessidade de financiamento das "pequenas e médias empresas", os primeiros ministros de Portugal e da Finlândia assinaram um artigo conjunto no "The Wall Street Journal".

Longe parecem assim idos os tempos em que, do lado finlandês, nos chegavam ventos de aberta rejeição à ajuda europeia a Portugal, em momentos muito complexos da crise da dívida soberana. Agora, pelos vistos, a Finlândia está, pelo menos nesta área, do mesmo lado que nós na barricada. Nada como fazer parte das pequenas e médias "potências" para poder encontrar, ao virar da esquina europeia, algumas conjunturais afinidades eletivas. Até quando, vá lá saber-se!

Posso estar enganado, mas admito que o nosso velho amigo Steinbroken, figura maior da diplomacia nórdica, seja bem capaz de estar por detrás deste inesperado volte-face. Nunca é demasiado tarde para uma contrição, mesmo com a frieza ártica.

3 comentários:

Anónimo disse...

C'est grave, c'est excessivement grave... Monsieur Barroso il est très fort, mais qui sait où va l'Europe? Mon cher ami, nos deux Premiers Ministres sont des sages, ils ont écrit non seulement un article mais aussi une lettre à tous ses collègues du Conseil Européen, je le tiens de bonne source. On se voit au Ramalhete le 28? Toutes mes amitiés

a) Steinbroken

patricio branco disse...

steibroken não se arrepende, vive no seu mundo, não no outro mundo que não preza, stbr pode num arranque de boa disposição dar gargalhadas e dizer palavras simpaticas, mas terminada a sessão retira se e volta à cara habitual...

Portugalredecouvertes disse...



o Sr. João da Ega estava inspirado e produziu um grande texto

bem hajam todas as pessoas de bem