quarta-feira, 13 de julho de 2011

Jan Kulakowski

Tínhamos uma considerável diferença de idades mas, pelo que me apercebi nos vários contactos que com ele tive, não tínhamos grandes diferenças em relação à ideia da Europa. Falava um francês magnífico, como muitos polacos da sua geração.

Jan Kulakowski, que até há dois anos era deputado europeu, teve a seu cargo o dossiê da integração europeia, no gabinete do seu primeiro-ministro, nos anos 90. Sindicalista de origem, foi locutor de rádio e chefiou a delegação polaca junto da União Europeia.

Conheci-o em Bruxelas, em fins de 1995. À primeira vista era um homem fechado, mesmo difícil. À medida que conosco se abria, descobríamos uma figura muito elaborada, com um grande culto pela história. Uma noite, num jantar na embaixada polaca no Restelo, contou-me pormenores muito interessantes da história do movimento sindical na Polónia, que haveria de ser a grande alavanca para o futuro democrático do país. Fez-me então perceber esse mundo de contradições em que emergiu Lech Walesa. Era um sábio e disse-me uma frase que nunca esqueci: "Amo a Europa porque amo a Polónia". 

Morreu há dias.

3 comentários:

EGR disse...

Senhor Embaixador:talvez,neste particular mommento, essa frase devesse ser colocada em cima da secretária dos responsaveis políticos europeus.
EGR

Helena Sacadura Cabral disse...

Ai! Senhor Embaixador, hoje, seria mais " por amar o meu país, suporto a Europa"...

Anónimo disse...

Era um sábio.In FSC
Se o Sr. o Diz...Decerto verdade

Agora a frase é bem interessante mas não sei se consigo protagonizá-la. Ai! plagiando a minha Amiga, ambiguidades hormonais, não sei simplesmente e nem conheço a Polónia(Não que não gostasse...)
daí que por amar o meu País também compreendo a Europa...Complexidades inerentes ao género.
Isabel Seixas