domingo, 20 de novembro de 2011

Ovos com bacon

Foi já há muitos anos. Posso imaginar que a conversa ia solta entre aquele velho embaixador e o seu secretário, numa tarde talvez sombria, quiçá à volta de dois maltes, numa periférica capital europeia, cujo nome ora me escapa. 

Falava-se de política portuguesa, tema que era caro ao jovem diplomata mas para o qual o seu chefe olhava com alguma distância, tantas as coisas que vira e outras que preferiria não ter visto.

O tema era uma figura política então na oposição, que o diplomata mais novo incensava nas conversas, desde há meses, apostando numa sua subida aos terrenos do poder como a chave para a superação dos males pátrios. O embaixador era, porém, muito mais cético quanto às virtudes daquele político e às suas reais qualidades pessoais.  Em especial, os insistentes rumores sobre as suas ligações a determinados lóbis deixavam-lhe muitas dúvidas quanto as reais razões pelas quais tanto se encarniçava nos seus esforcos de ascensao na vida publica.

Mas o secretário insistia: "Senhor embaixador, eu tenho acompanhado com atenção o perfil dele. É um homem comprometido com o destino do país", saiu-lhe a certo passo, um tanto grandiloquente. 

O embaixador interrompeu-o: "Comprometido ou interessado?"

- Não vejo a diferença, senhor embaixador, retorquiu o jovem.

- É imensa, meu caro, é imensa! Já pensou nos ovos com bacon?

- Nos ovos com bacon?!

- Claro! Nos ovos com bacon, a galinha é interessada, o porco é comprometido...

4 comentários:

Um Jeito Manso disse...

Embaixador,

O seu sentido diplomático impediu-o de estabelecer analogias, não foi?

Permite-me que eu - que sou pouco dada a diplomacias - dizer que nós, os que suamos sangue, suor e lágrimas, a quem cortam a esperança no futuro, como se cortassem bocado de nós, somos os infelizes porcos (um dos PIIGS, mais concretamente)?

Que a Alemanha, por exemplo, que nos vai vendendo produtos e reforçando o fundo para que possamos pagar-lhes o que lhes devemos e pagar os produtos que lhes compramos, é o aviário e a Senhora Merkel a mais digníssima representante do género galináceo?

Assomou-lhe essa ideia, confesse, Embaixador.

Ok, embaixador, nós percebemos que não confesse...

Tenha um boa semana, Embaixador!

Mônica disse...

Sr Francisco
Esta cronica iria fazer sucesso por aqui.
Que estupenda comparação!
Eu estou tentando andar pelos caminhos por onde minhas amigas vivem.
Alguns lugares eu conheci. Outros ainda quero conhecer!
São Paulo foi um dia triste para mim mas quero rever esta terra que tem tantas pessoas lindas e bacanas.
com carinho e amizade Monica.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Pontos de vista assaz diferentes. Dependem do ângulo de abordagem e do... triângulo de Pitágoras.

Piadista, esse embaixador...

Helena Sacadura Cabral disse...

Ri com gosto. E pergunto: quem os come, Senhor Embaixador, o que será?!
:)))