domingo, 14 de maio de 2017

"Ai Portugal, Portugal!"

Roubei o título a uma canção de Jorge Palma, neste dia de alegria e boa música, com a consciência de que a letra conclui pela questão "... de que é que tu estás à espera?". A um país fazem falta momentos como estes, uma difusa ideia de que tudo está a correr bem, de que os astros se conjugaram para fazer sorrir as pessoas, de que Portugal está na moda. E, na verdade, está, de uma certa forma, e isso é bom e deve ser aproveitado - no plano material e naquilo que isso possa induzir no bem-estar das pessoas que por cá vivem. Nestes tempos de alguma euforia, parecerá quase sacrílego (e em coro com malévolos e ácidos cultores da desgraça) alertar, conta o vento dominante, para o facto de que tudo isto são boas ondas passageiras, que a realidade de fundo permanece, neste que é, de há muito, o país mais pobre da Europa ocidental, emissor de gente para o mundo, fruto da incapacidade de lhe proporcionar um futuro decente na terra onde nasceu. Gozemos bem estes dias, embora o passado nos venha ensinando, desde há séculos, que temos uma endémica incapacidade para sustentar os nossos episódios de sucesso e uma insuperável dificuldade em cavalgá-los para construir um futuro sereno, próspero, que venha a evitar novos ciclos de depressão e angústia, como os que, ainda há pouco, atravessámos. O melhor serviço que poderíamos prestar a nós mesmos, nestes dias de euforia e de otimismo, seria a tomada coletiva de decisão de nos organizarmos definitivamente para a mudança, para o rigor, para a disciplina, para a não perda de tempo, para a pontualidade, para o respeito pelos outros, para o fim do xicoespertismo, para que esta não fosse mais uma "alegria breve", para usar o termo cunhado, para outra realidade, por Vergílio Ferreira. Mas, se calhar, se viéssemos um dia a mudar, não seríamos nós, dirão alguns. Provavelmente, é neste eterno ser ou não ser - glórias e derrotas, euforias e depressões, do "agora é que é!" ao "não vale a pena!" - que, afinal, está a graça (e a desgraça) deste país.

8 comentários:

Joaquim de Freitas disse...

Incrível, respondi no mesmo tom, a uma pessoa de família que me alertou para esses sucessos portugueses. Mas ainda não tinha lido o seu “post” Senhor Embaixador! E como tem razão, mais uma vez!

Cito a minha resposta à Monica:

“Infelizmente, todos esses triunfos lusitanos : a visita do Papa, entretanto especial e que aprecio, em certos aspectos, as proezas do Ronaldo, o triunfo do Benfica e o triunfo do Sobral, não tiram Portugal da miséria crónica, da classificação (a única que vale), triste na cauda da Europa, e da obrigação para os seus filhos de emigrar para os países que não registam nenhum” desses triunfos. Esta é a triste verdade…

Quanto à música do Sobral, pertenço a outro mundo, não haja dúvida, porque não me emocionou.
O patriotismo leva por vezes a apreciar a mediocridade. Desculpa minha querida Mónica.”


Anónimo disse...

Pois.... é como aqueles a quem perguntam o que é que fariam se ganhassem o Euromilhões e que sem pensarem logo dizem: dessempregava-me e ía gozar a vida.
O que me espanta nisto tudo é que finalmente o Movimento do 25 de Abril não conseguiu mudar nada e algumas mudanças foram feitas, à força, pelas indicações da Europa.
Mas recuso-me a pensar que "a decadência dos povos peninsulares" seja a nesma do que na altura escreveram.
Seria bom se pudessemos estudar isto a fundo para podermos dar a volta.

Anónimo disse...

Logo que vejo manifestações de euforia em Portugal curvo-me sempre, com cada vez mais respeito, perante pessoas como António Borges ou Vítor Gaspar. Mas tenho orgulho que tenhamos dados novos nomes ao mundo como Barroso ou Guterres.

Portugalredecouvertes disse...


Sr. Embaixador, aproveito para também relembrar os ginastas portugueses
obrigada!
...João Martins (GCP) e Carolina Dias (GCP) conquistaram este domingo a Taça do Mundo de Purrs de Ginástica Acrobática com 29.590 pontos.
PUB

Conforme escreve a Federação de Ginástica de Portugal, a dupla lusa realizou um exercício Combinado de elevado nível técnico e de dificuldade, com qual alcançaram 29,590 pontos, nota que lhes valeu a liderança do ranking final da prova....

https://www.noticiasaominuto.com/desporto/773490/dupla-portuguesa-vence-taca-do-mundo-de-purrs-de-ginastica-acrobatica

https://www.youtube.com/watch?v=9fjrZHW1jnk

https://www.youtube.com/watch?v=80ZParIvvnI

Anónimo disse...

Graças aos socialismos vivemos os tempos "encantados" do Tony Chamuças, esquecidos dos tempos dourados do menino Sócrates.

Os socialistas são uma bênção.

Além de recorrentemente assegurarem a paz social e progresso económico, ou vice-versa, ainda querem devolver-nos à época feliz do final do século XIX, início do século XX.

Continuem por favor, os outros estão cá para pagar...com de costume.

Anónimo disse...

Blog "delito de opiniâo"

por Pedro Correia, em 14.05.17

Futebol, Fátima e fado: vitória póstuma de Salazar.

josé ricardo disse...

Agora só falta mesmo ganharmos os jogos sem fronteiras!...

francisco bexiga disse...

Excelente Sr. Embaixador.

Anónimo dos idiotas insurgentes das 19:02 de 14 de maio

"Continuem por favor, os outros estão cá para pagar...com de costume."

Os outros quem? O povo que vai ficar a pagar os desvarios dos teus amigos banqueiros? É isso?

Quando quiseres dar uma de inteligente André, usa aquela "cena" que está por cima do pescoço.

Sim, é isso, a cabeça.