quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Avante!

Um sindicato qualquer anunciou a possibilidade de fazer uma manifestação em frente à sede do PCP para protestar contra a decisão dos comunistas de tentarem rever a legislação que entrega ao município de Lisboa os transportes coletivos da cidade.

Foi preciso vir a "geringonça" para podermos vir eventualmente a assistir a um momento inédito na história do movimento operário português: uma estrutura sindical a manifestar-se em frente à Soeiro Pereira Gomes. 

E não há nada de mais irónico de que isto aconteça no ano em que se celebra o centenário da Grande Revolução Socialista, em 1917, património histórico de que o PCP é o fiel "caretaker" em Portugal.

Avante, camaradas! 

7 comentários:

Anónimo disse...

Avante sempre até a eutanásia !:

"A dívida pública portuguesa aumentou 9,5 mil milhões de euros em 2016, face a 2015, para 241,8 mil milhões de euros, divulgou hoje o Banco de Portugal."

Anónimo disse...

deve ser o sindicato amarelo da carris. tramado é que o pcp não quer reverter nada, quer é discutir o sentido de entregar à câmara algo que tem actuação metropolitana.

Jaime Santos disse...

É o que dá passar a dispor de poder real. O seu exercício vai necessariamente incomodar sempre alguém. E é esse, caro anónimo das 22:25, o sentido da observação do Sr. Embaixador, penso eu. Não se discute se os comunistas têm ou não razão, pelo que não vale a pena ativar o reflexo pavloviano de defesa do PCP...

Anónimo disse...

Jaime Santos, Reflexo pavloviano é o do aproveitar sempre para o tiro ao PCP. Mesmo quando tem razão (não tem sempre, ao contrário do PS) e quando ainda nas vésperas da decisão havia um presidente de câmara metropolitana a dizer que tinha pedido para ser recebido pelo ministro para falar do assunto e que não lhe tinham respondido.

O embaixador e Jaime Santos não gostam desta solução a três, preferiam uma maioria do PS. Ora, não houve, como ainda por cima a solução a três permite algo que é a sublimação desejável dos defeitos dos três. E tão mais saudável que é o ar que se respira agora, do que com as maiorias únicas do PS.

Anónimo disse...

Depois de o SG do PÇ chinês defender o comércio livre contra o proteccionismo americano só falta o PCP orgainizar uma peregrinação a Fátima.
Fernando Neves

Jaime Santos disse...

E onde se prova que eu tinha razão, é mesmo reflexo pavloviano, a resposta foi pronta (e ácida)... E já agora, está enganado, eu até acho que o PS governa melhor agora que no tempo de Sócrates, porque tem a vigilância de uma maioria que é colaborante, mas não é submissa. Desde que, claro, o PCP (ou o BE) não acabem, como o escorpião da fábula, a morder o sapo que os transporta (o PS) e a afogarem-se com ele. Se PPC regressar ao poder, irá seguramente querer acabar o serviço e decapitar o que resta da influência sindical do PCP. Depois queixem-se...

Anónimo disse...

Não se encontra um blogue com piadinhas aos partidos de esquerda que viabilizam o Governo onde Jaime Santos não salive. Não vê a trave enorme no próprio olho, que sectários são sempre os outros, natureza de escorpião têm esses partidos e Sócrates foi um excelente primeiro-ministro e os seus óptimos governos.