sexta-feira, 18 de novembro de 2016

O adeus à Liberdade


Hoje é um dia triste para o "Diário de Notícias". Com a saída da mítica casa da Avenida da Liberdade, levada na voragem da lógica "remax", saem também dali muitos anos de história de um jornal que faz parte do património do país. Nesta data, que sei triste para eles, deixo um abraço aos bons amigos que lá tenho.

E repito a imagem magnífica do meu conterrâneo Stuart, onde fica mais evidente o projeto arquitetónico que quis evocar no edifício a rotativa de um jornal.

2 comentários:

Anónimo disse...

Triste, seria também, se ainda estivesse entre nós, para o Arquiteto Porfírio Pardal Monteiro.

Helena Sacadura Cabral disse...

Estou consigo e com eles, caro Francisco!
E tem razão o comentador ao relembrar Pardal Monteiro que a as "remaxes" cá do burgo, nem sabem quem foi!