terça-feira, 1 de novembro de 2016

Hipocrisia

Nas hostes da antiga maioria, levantou-se um escarcéu sobre a projetada redução das verbas atribuídas ao ministério da Educação, no orçamento do próximo ano.

É minha impressão ou trata-se da mesma oposição que acha que é importante reduzir os gastos públicos, que o controlo do défice deve fazer-se, não pelo aumento de impostos, mas pela contenção da despesa, pela redução do número de funcionários, por ataque às "gorduras" do Estado? E agora condena quem está a fazê-lo?

Se o ministério da Educação tivesse tido um programa orçamental do qual viesse a originar um impacto negativo no cumprimento das metas do défice e um encargo maior na dívida, aposto que viria logo uma acusação de "despesismo", de "irresponsabilidade", de estar a "fazer o frete" ao sindicato do Mário Nogueira e coisas assim.

8 comentários:

Anónimo disse...

O problema é que essa gente sem vergonha, mal abrem a boca, têm logo uma dúzia de microfones e câmaras à frente.
Isto assim está difícil. Eles são os donos do dinheiro para poderem controlar toda a comunicação social!

José Ferreira da Silva disse...

Caro Senhor Embaixador,

Hoje não poderei dizer que estou de acordo com o texto de V. Exa. Mas sendo somente a minha opinião, não adquire qualquer importância.
É que o que a direita veio reclamar foi que o Governo, e as suas agências de informação, vieram propalar que o orçamento da Educação iria aumentar. O que é destituído de verdade. E isto, sim, foi o que veio a ser contestado pela direita.
Quanto ao anónimo das 17:04: Se estivesse atento ao fenómeno da comunicação social saberia bem que esta está, como sempre esteve, dominada pelos partidos, movimentos e grupelhos de esquerda. Basta ver o destaque que dão quando o inefável Sr. Mário Nogueira abre a boca.

Anónimo disse...

A educação impediria coisas como "shotôr", " homosexual" ou "vilarealense".

Anónimo disse...

A Educação impediria alguns de tentarem dar Instrução que não lhe foi pedida...

Anónimo disse...

JOsé Ferreira da Silva é manifestamente alucinado. Um tipo lê o primeiro e o segundo parágrafo e pronto. As ideias demontram um aleitura enviesada pelos partidos onde vota, mas enfim, como dizia al´guém hoje na AR, cada qual escolhe os argumentos que quer.

Pior é o terceito parágrado. Ninhguém com dois neurónios ou um mínimo de decência e honestidade intelectual pode dizer que a comunicação social está dominada pelos "partidos, movimentos e grupelhos de esquerda". Ou são iletrados ou vigaristas. Atiro-me mais para a segunda ideia. Acham que tanto bate que a coisa fura.

Anónimo disse...

a hipocrisia é um bem imaterial (origina bens materiais....) dos "surfistas políticos" portugueses....

Anónimo disse...

A ler, " Emails provam que Brandão Rodrigues quis manter Nuno Félix", jornal i

Anónimo disse...

Certeiro!