quarta-feira, 15 de junho de 2016

Dois pontos perdidos

O meu dia não acabou bem. Olhando para trás, para os erros cometidos, é agora relativamente fácil pensar o que se não fez para evitar o que aconteceu. Mas é como "chover no molhado". Precipitação, avaliação incorreta dos riscos, nervosismo e, claro, cai-se na ratoeira. E houve um custo a pagar, claro, não tão pequeno como isso. Agora tudo vai ser mais difícil, sem esses dois pontos. Não se podem cometer muitos mais deslizes. Alguns dirão mesmo: "Se calhar até foi bom! Aprende-se a ter mais cuidado". Talvez. Aprende-se a não avançar no terreno sem prudência, a medir melhor o ritmo a imprimir no futuro. Foi uma lição.

Perdi dois pontos. Na carta de condução. Faz amanhã oito dias. Na A8.

8 comentários:

GWB disse...

Bom post. Muito bom.

Anónimo disse...

Ficámos tristes.

Anónimo disse...

Os islandeses não são nenhuma pera doce e fisicamente são superiores não só em altura. Faltou-nos humildade, antes e depois do embate. Aquela atitude do Ronaldo se recusar no fim do encontro a apertar a mão dos islandeses não abona nada a nosso favor. Por este andar não ganhamos um único jogo...

Luís Lavoura disse...

A A8 é uma autoestrada de que tenho muito medo. Com as suas descidas e subidas íngremes e curvas acentuadas, todo o cuidado é pouco nela.

Anónimo disse...

Também Portugal perdeu dois pontos.É a vida, acelerando ou desacelerando se perde.

A Nossa Travessa disse...

Chicamigo

Poizé, dois pontos perdidos na carta de condução + dois contra a Islândia. É preciso tomar muito cuidado. Veja-se o que acontece na Feira do Livro: o Mein Kampf foi escrito por um... austríaco.

Bis Samstag - mit der Hoffnung

Abç do Leãozão

Isabel Seixas disse...

ora então , o meu espirito de contradição a salivar para variar, a garrafa meia cheia ganhamos um ponto,ganhamos a oportunidade de ver a alegria, dos "humildes", a festejar, um empate e a dignificar uma equipa pela dignidade da importância que se lhe atribui mesmo após a ostentação da soberba e dos sinais exteriores do já cá canta antes de tempo...

agora, claro que não estou a dizer bem feita e se quero que Portugal seja campeão ó se quero.

agora os caros não se iam dar de baratos...

ai senhor Embaixador, ponha-se com brincadeiras na estrada...

Anónimo disse...

A CGD perdeu muitos maia "pontos" desde 2004: seis mil milhões de créditos a amigos.....que são sempre para as ocasiões.....Grande pantanal, maior que o brasileiro