domingo, 17 de abril de 2016

Um presidente de Cascais aos Urais...

O presidente Rebelo de Sousa escolheu o fundo da baía de Cascais para a sua fotografia oficial. Fez bem, fez mal? Não sei. Logo se verá.

Nasci no tempo de Carmona, passei a infância com Craveiro Lopes, tive o divertidíssimo "direito" de crescer nos idos de Tomaz. A ditadura obrigou-me a ser herdeiro desses "venerandos" chefes de Estado. Um dia, foi-me dado o ensejo histórico de contribuir para uma conjuntura que colocou em Belém essa figura de opereta que foi Spínola.

Marcelo introduz agora a novidade de um sorriso, quebrando o olhar esfíngico de Costa Gomes, o fácies graduado de Eanes, a bonomia contida de Soares, a seriedade de toga de Sampaio e o rictus indescritível de Cavaco.

Em democracia, e em matéria de presidentes, aprendi a seguir a regra de Almeirim para os melões: só depois de abertos e experimentados é que se sabe se são bons ou maus...

11 comentários:

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó Francisco parti-me a rir com este seu post. É que em Almeirim, antes de os abrirem, apertam-nos bem...e só depois é que os compram!
E creio que o método é seguido por todos os portugueses que gostam de melão.

Francisco Seixas da Costa disse...

Cara Helena: e já experimentou "apertar" presidentes? Não sei se funciona..,

Anónimo disse...

Outra maneira de escolher fruta e cheira-la (neste caso meloas) mas nao creio que "apertar" ou "cheirar" presidents seja metodo infalivel ou aconselhavel. Aguardemos. Como dizia outro president no pais irmao "Deixar como esta pra ver como e que fica".

Por aqui faz sol. Espero que onde quer que esteja o sol brilhe para si.

Saudades

F. Crabtree

Anónimo disse...

Este já foi bem apertado e cheirado! Se alguém tem dúvidas ainda vive na ilusão. Mas ilusões com esta idade?

Dor em Baixa disse...

De Cascais aos Urais e a residir num concelho criado especialmente para si. Ao que consta vai ser fundado o Concelho de Estado com as suas estruturas a funcionar em permanência.

Reaça disse...

Este Presidente já cumpriu o seu papel, foi eleito.

Este ´presidente, é "um melão" eleito depois de "feita a prova" por toda a população, contra e pró.

Todos sabem o que ali está, e esta é a única surpresa, "surpreendente" diariamente.

Jose Martins disse...

Senhor Embaixador,
Como eu vejo o Presidente Marcelo: "uma vinha com muita parra e pouca uva!!!"
Saudaões de Bangkok

Anónimo disse...

Eu preferia que o PR tivesse trocado a casaca por um fato. Em França, a casaca foi abolida nos retratos oficiais por Valéry Giscard d'Estaing em 1974, já lá vão 42 anos. Aquilo que nessa altura foi um acto de modernidade seria qgora um acto de simplicidade e de proximidade dos cidadãos, valores aliás apregoados ( e bem ) na campanha eleitoral. Uma bandeira portuguesa nào ficaria mal. O mar ao fundo é uma boa ideia. O sorriso tambêm.

JPGarcia

Anónimo disse...

Deixe estar que era mesmo preciso abrir o melão Cavaco para ver a pepineira que ia sair.

Curtas & Baratas disse...

Naturalmente há exceções, mas os melões de Almeirim são normalmente de boa qualidade ano sim, ano sim. Já os Presidentes...

Majo disse...

~~~
Concordo inteiramente...

Com o meu sorriso divertido.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~