quarta-feira, 23 de março de 2016

A entrevista de Passos Coelho ao "L'Aurore"

Algures em 1969, António de Oliveira Salazar, o ditador derrubado pela doença e entretanto substituído por Marcelo Caetano, mantinha-se a viver na residência oficial de S. Bento. Por um lapso inexplicável, atenta a redoma censória e de vigilância do regime, um jornalista do diário francês "L'Aurore" teve acesso ao debilitado antigo chefe do governo e recolheu uma entrevista que ficou célebre no mundo (por cá, foi proibida). Nela, Salazar revelava estar convencido de que ainda exercia funções governativas, ficando-se a saber que alguns ministros se prestavam ao piedoso teatro de "ir a despacho", para alimentarem a ilusão do antigo ditador.

Nas últimas semanas, a avaliar pela coreografia do dr. Passos Coelho, com a bandeirinha na lapela dos tempos do "governo de Portugal" e a fazer inaugurações em autarquias de amigos, fica-se com a sensação de que terá sido afetado pela síndroma do seu longínquo antecessor. Algum antigo ministro ainda irá "a despacho", para lhe atenuar o desgosto da perda do poder para a "geringonça" - que devia durar apenas uns dias, mas que, afinal, é mais resistente do que parecia ser? 

Teria graça ver o antigo primeiro-ministro entrevistado pelo "L'Aurore", para percebermos se, tendo ele saído definitivamente de S. Bento, S. Bento já saiu dele. 

O tempo é implacável. O "L'Aurore" já não existe, desde há já bastantes anos. Da mesma forma que o primeiro-ministro Passos Coelho já não existe, desde há já cada vez mais meses. Ele saberá?

(Reparei agora que o site informático de um periódico diz que "comparei" Passos Coelho a Salazar, como se a analogia irónica que fiz quisesse significar que estava a equiparar um político democrático a um ditador. A capacidade saudável de entender o humor continua, infelizmente, muito distante deste país.)

23 comentários:

Joaquim de Freitas disse...

Esta atitude dá-nos uma ideia do sob consciente « doente » deste representante duma direita desesperada, para quem, o exercício do poder pela esquerda é inconcebível. A direita tem um direito “divino” de governar, como a Terra Prometida de alguns. Para eles, quando a esquerda sobe ao poder só pode ser por acidente! Ou por “ efracção”!

Isabel Seixas disse...

oh...
eles não sabem que os olhos
são uma constante da visão
cegos míopes sem sobrolhos
lassos de dores da compaixão

dores de ver olhar para trás
tantos cegos com a luz piscar
numa maré de já tanto faz
a quem não sabe mudar o olhar

eles não sabem que os olhos
só veem o que os deixamos ver
lalalaralala...

oh ou mas é trabalhar
gosto mesmo deste governo,
é a vida.

Anónimo disse...

Calculo que ainda nao sabe.

Boa Pascoa

F. Crabtree

Anónimo disse...

Eu metodicamente corto o som ou mudo de canal quando a figura reaparece. Não tenho sequer antipatia mas não posso querer ver alguém que mente sem despudor. A sua última defesa de Maria Luís ilustra quanto Passos nos toma por parvos. Mas houve muita gente a beneficiar da sua passagem pelo poder, não é Nuno Brito e Macau?

Curtas & Baratas disse...

Aí está uma pergunta a que só ele (e, quem sabe, os seus celsos amigos) poderá responder.

Anónimo disse...

Também ficou demonstrado que a ditadura não era (só) Salazar, porque ele acabou e a ditadura não. Quem sabe se era ele que fazia, tanto quanto podia durante na plenitude das suas capacidades, o equilíbrio (que ele entendia ser o melhor para o Povo) entre a direitalha e a esquerdalha?
A sua comparação estará distorcida? Está a comparar PPC com uma pessoa inerte que só a “piedosa” ditadura mantinha? Escarnecer uma pessoa sem faculdades mentais não tem qualificação, como sabe!
Eu reconheci estadistas e constato que agora é complicado descortinar algum mas compara-los a inertes ainda não cheguei a esse ponto.

Eduardo Saraiva disse...

Penso que sabe. Só não sei, pelo "andar da carruagem", se António Costa sabe que é Primeiro Ministro.

asam disse...

O autor do post vive preso ao passado, ou foi o passado que ainda não saiu dele.

Anónimo disse...

Esperava já ter visto aqui um comentário do Freitas e do NG, ao facto do Sarkozy ir a julgamento. Afinal de contas são tão lestos a defenderem estes antigos governantes tão implutos. Ó NG olhe que o Sarkozy parecia ser muito patriota e já me esquecia foi eleito pelo povo franc~es, num ato nobre. Por mim pode ir fazer companhia um dia ao Sócrates, ao Lula e a todos os que se vier a apurar como tal. Ao contrário de muita gente felizmente não tenho bandidos de estimação, mas como eu desconfiava tem gente que os tem.

josé ricardo disse...

Toda a coreografia de Passos Coelho me irrita. No entanto, estou propenso a crer que, nesse desenho coreográfico que se estende aos seus fiéis, há um certo Portugal escondido. E,infelizmente, não é o melhor. Pelo contrário, é aquele que se revê nos apelos sebastiânicos que elegeram Cavaco, que tentam afundar Sócrates como o responsável de tudo isto, que olham para Passos Coelho como alguém que estava a encher os cofres, novamente.
Somos o que somos e isso é uma daquelas verdades irrevogáveis (pois é: foi sobretudo Passos que revogou o irrevogável de Portas. Um homem destes merece - deve orgulhosamente ostentar - a bandeirinha na lapela).

Anónimo disse...

Se bem se lembra até o Dr. António Costa tratou no Parlamento o Dr. Passos Coelho por Primeiro Ministro.

Será provavelmente um sinal de quem sabe estar num lugar que não é seu por voto do povo.

Carlos disse...

Senhor Embaixador

Porque será que a presença publica de PPC incomoda tanto e a tantos ?

Até no "pormenor " da bandeirinha....

Se o conseguirem afastar...e muito o têm tentado...desaparecerá o termo de comparação e a possibilidade da preservação da memória.....

Já agora, para quando a publicação dos seus interesses, senhor Embaixador?

C,est por cause.....

Francisco Seixas da Costa disse...

Os meus "interesses", Carlos? São bem simples e transparentes: vá ao LinkedIn e eles lá estão.

David Lencastre disse...

Pedro Passos Coelho é um psicopata. Não sou o primeiro a dizê-lo. Para além de um político medíocre. A Direita está actualmente de rastos. Sem credibilidade. E enquanto assim continuar, o Governo e a sua base de apoio parlamentar pode estar sossegada. Nem mesmo o PR se digna dar-lhe a mão. Pelo contrário. Isto não quer dizer que muita Direita que votou Marcelo espere dele aquilo que os levou a votar nele: que crie uma qualquer crise (artificial) e derrube este legítimo governo. No meio em que me movo, é isso mesmo que ouço. Odeiam a Esquerda, preferem a Caranguejola (o defunto PAF) e até acham que Marcelo se está a exceder, com afectividade a mais junto da população. Aliás, basta ler os comentários que algumas pessoas de Direita escreveram em certos jornais que noticiaram este Post, com injúrias soezes sobre o seu autor, Francisco Seixas da Costa, para se perceber o estado de alma dos apoiantes de Passos Coelho (e de Portas), ou melhor, os estados psíquicos de cada um deles. Mas, é bem verdade, Passos ainda se julga uma espécie de PM, no Limbo. À espera da catástrofe, para voltar em beleza. O homem delira e perdeu a sua lucidez, que já não era muita, enquanto governante.

Anónimo disse...

Salazar era um homem inteligente, o outro não mais do que um habilidoso, embora num e noutro caso estejamos em plena twilight zone.

avelino leite araujo disse...

Muita qualidade, muito humor

Anónimo disse...

ó senhor Joaquim Freitas, o senhor como paladino de suspeitos, tem estado a falhar na defesa do senhor Sarkozy, porque será? será porque o senhor no fundo é um dogmático? pois é senhor fretas, tanta prosápia que o senhor costuma ter, quando lhe interessa, quando lhe mechem nos seus bandidosinhos de estimação e agora nada. Aprenda, todo o dogmatico seja ele religioso ou politico ou até ambos, será sempre um imbecil que se derrota a ele mesmo.

Nuno disse...

Cá para mim, "voto" na atitude da Drª Maria Luís, a Senhora sabe mesmo de finanças, se sabe!

Anónimo disse...

O "l'Aurore" foi, noutros tempos, o jornal onde Zola escreveu o seu texto mais célebre, o " J'accuse " sobre o caso Dreyfus. Teria sido bom que em Portugal houvesse um escritor de calibre semelhante para denunciar no mesmo tom o que fez o governo anterior e o PR da mesma época. É verdade que também não temos jornais como o "l'Aurore" de então.

JPGarcia

A JOGATANA disse...

Parece que Passos vai continuar atravessado por muito tempo.

Mesmo que só a sombra apareça, vai ser sempre muito barulhento.

Jaime Santos disse...

Os Portugueses não entendem ironia, Sr. Embaixador e isso acontece à Direita e à Esquerda. Depois, cultivam um hábito de origem provavelmente salazarista, que é o desagravo ao Líder (como se ele precisasse)...

A JOGATANA disse...

O Costa está sendo levado ao colinho?
Cuidado não faça cócó no colo!

Joaquim de Freitas disse...

Ao anonimo do 23 de Março, das 19:24


Estamos na Páscoa, tempo de perdão àqueles que nos ofendem ! O “corajoso” anónimo que insulta protegido pelo ecrã do seu computador, se fosse menos “aquilo” que me insulta, teria compreendido que se não comentei a primeira vez que escreveu, é que pensei que o anónimo se “extraviou” neste blogue.
Mas como escrevi, estamos na Páscoa e vou ser bom consigo.
Sarkozy não tem necessidade que o defenda, porque é indefendível. Ele é o pior presidente da Quinta República Francesa, até agora! Depois veremos. E no dia em que for condenado pelos seus 24 crimes de que é acusado, abrirei uma garrafa de champanhe.
Quanto ao que escrevo neste blogue, sabe uma coisa: não é obrigado a ler-me, e muito menos comentar o que escrevo, porque vejo que não compreende tudo!
E no seu anonimato, desejo-lhe boa Páscoa! Mas não diga a ninguém!