segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Piropo

A nova e avançada legislação que o parlamento português aprovou, criminalizando o piropo, é o que se pode chamar uma lei boa como o milho...

Mais a sério: há piropos e piropos, há que reconhecer. Uma boca foleira agressiva, que indisponha quem a recebe, cheia de palavrões e insinuações sexuais, não é admissível. Mas acho perfeitamente normal que, com graça e simpatia, de uma forma que haja a convicção de que agrada a quem o ouve, se possa fazer um elogio à beleza de alguém. Confesso, no entanto, que me preocupa, a partir de agora, o critério de quem vai julgar a ampla "zona cinzenta" entre estes dois extremos. E, muito em especial, pergunto-me se esta legislação não vai reduzir o espaço à legítima sedução, motor do mundo...

18 comentários:

Majo disse...

~~~
Palavras de um veríssimo,

sábio e costumaz sedutor.

~ Gostamos de galanteios...
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

José Martins disse...

Senhor Embaixador,
Bom dia boa tarde a horas que me esteja a ler.
Sobre o piropo

À MARGEM: O piropo quer queiram ou não queiram os legisladores e uma parte da cultura, tradicional, portuguesa. Ora o “piropo” por norma é dirigido a uma figura feminina com dois palminhos de cara.
.
Os meus verdes anos foram vividos na cidade do Porto e onde o piropo era popular, entre a “marmanjada” que estacionava nos passeios das ruas da cidade invicta.
.
Raramente o piropo era dirigido por um homem só a uma jovem. O homem português, só, é tímido, acagançado e ganha força com inserido em grupos. No Porto falar mal ou falar rasca era igual.
.
Carvalhadas se ouviam por todos os bairros e piropos a raparigas igualmente. Anos a fio trabalhei, como marçano e depois caixeiro de balcão no Bairro da Sé, onde não havia linguas de prata entre as gentes que por lá residiam.
.
Entre muitos piropos que assisti há dois que merecem realce:
Passa uma rapariga, bonita, junto a um grupo de rapazes e um dispara: “gostava de ter uma irmã como a menina.... a rapariga dá dois passos em frente, recua e diz ao “piropeiro”:
Ai queria, queria?
Diga à sua mãe que passe por minha casa que o meu pai faz-lhe uma igual a mim!!!
.
Outro junto ao café Paladium a fazer esquina com a Santa Catarina e Passos Manuel, uma rapariga passa, na hora do almoço junto a um grupo de “marmanjos” caixeiros das lojas da zona e leva na mão uma espigo de uma couve e um rapaz, para entrar em conversa com a rapariga, do grupo pergunta-lhe:
- menina o que é que leva mão....
- Ela respoinde-lhe;
- Não sabe?
- Ele não, não sei!
- Ela sem trave na língua;
- Olhe é uma couve, pesada no toro e leve no “olho”
.
E a última que ouvi, no Bairro da Sé, uma mãe a ralhar com o filho:
“Ó meu grande filho da puta, quando chegar o corno do pai vou-lhe fazer queixa de si!”
José Martins

opjj disse...

E os piropos ditos por muitos "deputados santinhos" não deveriam ser criminalizados?
O Presidente é gatuno, ladrão, palhaço, múmia,etc... os ministros idem e os deputados idem.
Todos roubam o povo, mentem ao povo, menos os santinhos deputados piropos.
E muito Zé aceita isto como normal.
Cumps

Anónimo disse...

Ao que se sabe, o anterior governo, PSD/CDS, foi recuperar uma proposta de Lei do BE e transformou-a em lei, com mais ou menos remendos, alterando uma articulado do CP em vigor. Não se percebeu a intenção. Coisas! Embora se compreenda no que respeita a "piropos" dirigidos a menores, com pena até 3 anos. De resto, genericamente falando, se calhar, doravante ter-se-á que pedir licença à "moça" para lhe dar um piropo.

Eduardo Saraiva disse...

Vou "roubar"

alvaro silva disse...

Cá por mim gostava de ser julgado por juíza em topless e fio dental. (por baixo do balandrau ou toga que ele/as usam)

Anónimo disse...

"Beca", meu caro Alvaro Silva. Os magistrados usam 2beca", que difere um pouco da "toga", usada pelos advogados. Quem sabe se por baixo da tal "beca" a digna e mui distinta magistrada, no caso, júiza, use pouca roupa, ou mini saia? Conheço uma magistrada, neste caso uma procuradora, que é uma estampa de mulher. Mas, não brinca em serviço durante os julgamentos, como representante do MP. Mas, a beleza dela talvez amenize a pena que propõe para o réu, ou arguido.

Anónimo disse...

Se há leis estupidas essa e uma delas , ora se os sexos opostos e outros já não podem se dirigir entre eles como se combinam as "kekas" e o aumento da natalidade , só pode ser o governo q querer controlar o defice com a redução do subsidio de natalidade e abono de familia . Ou teremos de fazer como eles anos e anos a nos F,,,,,,,,,,,, sem assedio, isso não será violação ,,,,,,,,,,,,

CS

Reaça disse...

Os parlamentares da maioria de esquerda conseguem trocar as suas emergências com as emergências do Costa.

Uma adopção, por um salário mínimo; um piropo por um BANIF; Uma TAP +or uma 4ª e 6ª classe.

E assim por diante.

Mas a merda do piropo era mesmo uma grande emergência.

Será que o Nóvoa e o Marcelo vão apoiar o piropo?

hugo bandeira disse...

Esta lei vai contra a liberdade de expressao.

hugo bandeira disse...

Que legalizem a marijuana medicinal como ja é praticado em toda a europa usa e america latina. Se quiser me tratar de um cancro nao devia ter de ir a espanha para recorrer aos tratamentos com o cbd.foi promessa do BE.

Anónimo disse...

Extension du domaine de lutte au Portugal?

Anónimo disse...

Sr Reaça, não seja assim.
Esta alteração ao Código Penal foi em Agosto de 2015 na sequência de uma proposta da então maioria parlamentar composta por PSD e CDS.
No entanto mesmo que não fosse a maioria parlamentar PSD e CDS a faze-la seria outra, visto que a referida alteração foi efectuada no âmbito da transposição para o ordenamento jurídico nacional da Convenção de Istambul - a Convenção do Conselho da Europa para a prevenção e o combate à violência contra as mulheres e a violência doméstica assinada em 2011 em Istambul - Portugal é Estado-membro do Conselho da Europa desde 22 de Setembro de 1976.
Em relação ao piropo ser proibido, até me parece positivo pois não só é de eficácia medíocre como na maioria das vezes é desagradável e rude. Não confundir um piropo com um elogio cortês e com graça.
Um sedutor nunca recorre a piropos e raramente elogia a parte física da mulher pois sabe bem que as mulheres já estão tão fartinhas da conversa (que olhos tão lindos, que sorriso encantador, que lábios de sonho etc) que automaticamente denuncia-se e levanta as defesas da mulher, sedutor age noutras frequências do espectro. Um sedutor desperta a curiosidade da mulher, sentimentos, emoções e atrai-a como que magneticamente, impossível de resistir a vontade de entregar-se nos braços desse homem.
Para os que mesmo assim continuam a achar graça, que se sintam felizes quando receberem um piropo de outro "homem" desses que muito se vê por ai ;)

Anónimo disse...

Os media portugueses, comme d'habitude, andam distraídos e mandam piropos levianos e sem graça sobre a saída de Portas da liderança do PP. Mas ninguém se lembrou ainda de perguntar para que empresa privada, da orla da AICEP é que vai e pôr a nu que quando esteve no MNE a sobreprotecção do comércio exterior visava afinal encaixar-se num conselho de administração de uma privada. É que Sócrates não anda cá só...

Anónimo disse...

realmente com tanta coisa muitíssimo mais urgente a tratar no país... deveriam era ensinar maneiras aos "piropeiros"

o Merceeiro disse...

a partir de agora passam a ser todas FEIAS, FEIAS, FEIAS, FEIAS, preso é que eu não vou !

Isabel Seixas disse...

Hum...

de um ai és tão boa
alusão a Madre Teresa
até um comia-te toda
anorética ou obesa
de um espanto com cegueira
a um embate num poste
um atropelo na passadeira
olhar guloso e já foste...

se a igreja não condena
quem leva virgens ao engano
não será a lei obscena
e quem a pratica insano

estou a erguer as mãos pro céu
que um impropério ou atrevimento
não tornem a vitima em réu
com um veredito sinistro de casamento

que esta matéria do piropo
de onde vem tanto mal ao mundo
traga à mulher mais um troco
preso à sua prisão sem fundo...

Purpurina disse...

Acho muito bem. E o melhor disto tudo são or argumentos brilhantes que tenho encontrado nas Redes Sociais dos que se sentem lesados com a nova lei. :) Uma verdadeira delícia para quem gosta de tiradas humorísticas. Fiz um apanhado de alguns comentários bem curiosos aqui: http://www.vinilepurpurina.com/2015/12/29/os-piropos-agora-sao-crime-acho-bem/