terça-feira, 13 de outubro de 2015

Agenda breve do dia


1. Almoço, a convite de um grupo de embaixadores estrangeiros em Porrtugal, para análise da situação política portuguesa.

2. À tarde, conferência "Desenvolvimento global é realizável?" num painel sobre a ação da União Europeia em matéria de desenvolvimento, no Museu do Oriente.

3. Ao final da tarde, farei a apresentação do livro "A porteira, a madame e outras histórias de portuguesees em França", de Joana Carvalho Fernandes, na Estação de Santa Apolónia.

4. Ao jantar, participarei numa iniciativa solidária para recolha de fundos para a terrível doença que é a ELA - Esclerose Lateral Amiotrófica.

4 comentários:

manuelpereirabarros Meira disse...

Á hora da ceia,apareça no Palácio de Inverno,para ajudar a salvar o Czar (e a Maria!) e a águia bicéfala(Coelho e Portas)!!! Quanto ao edifício,logo se vê.

Anónimo disse...

Olhe isso pouco nos interessa. Gostava de ver da sua parte era um post a explicar qual é afinal o posicionamento do PS, vou mais longe o PS neste momento deve existir' qual o papel dele no espectro poitico? afinal muitos PS(incluindo o senhor que é claramente um dos PS de direita)preferem ter uma coligação com a restante direita do que com a esquerda. O senhor e outros ditos PS como o senhor não tem moral nem ética para se dizerem pessoas de esquerda. Os senhores são do arco labrego( PS, PSD E CDS). Neste momento em Portugal temos um bloco de direita assumida(PSD E CDS), um bloco de esquerda assumida( PC E BLOCO DE ESQUERDA) e temos uma coisa sinistra e bizarra chamada PS que ninguém sabe o que é. Eu sei o que são, com raras excepções são uns novos riquitos que se armam em esquerdistas, mas que na realidade tem medo da verdadeira esquerda, porque no fundo sabem que não lhe pertencem. Assumam-se de uma vez.

Anónimo disse...

O livrinho da Joana Carvalho Fernandes será inspirado na "Gaiola Dourada"?. Estou curioso para lê-lo.

Anónimo disse...

Anónimo das 17:27,

Se estivesse no seu lugar ia para Largo do Rato e fazia uma espera ao António Costa... quem sabe se o Costa não lhe dá ouvidos para o "desgoverno" que anda a tramar!

a) Antónia Costinha