sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Catarina

Eu sei que este post é muito críptico, mas creio, com ironia, que, hoje à noite, Pedro Passos Coelho teve saudades do Carrajola...

8 comentários:

Graça Sampaio disse...

Eu acho que ele esteve todo o tempo a mandar mensagens telepáticas ao VG a dizer. «Vitinho, por favor, cala-me esta matraca!!!» Mas mandar ressuscitar o tenente também era boa ideia... e sempre era uma Catarina... eh eh eh ...

Anónimo disse...

Eu diria que Passos teve foi saudades do debate com o Costa, tal foi a sova que a Bloquista lhe deu. Ao contrário do que para ai dizem o debate entre Costa e Passos foi um empate a Zero. Claramente não fosse o Partido Comunista e o Bloco de Esquerda e a politica Portuguesa era pior que uma aldeia de gente emigrada no inverno, ou seja um deserto.

Majo disse...

~~~
~~ Boa! Kkkk...kkk...

~ Com esta 'malha', temos leporídeo à caçadora...
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Anónimo disse...

Ninguém no seu perfeito juízo tem boas lembranças desse passado da República, nem
das más do tempo do PREC/5ª Divisão/MES & Companhia.

Há por aí, muitos saudosos e seguidores de avental das "gourmandises" protoesquerdistas desses tempos.

Nos tempos actuais, temos ainda alguns exemplares que seguiram á risca os mandamentos do capitalismo selvagem, que não faziam parta do "breviário".

Aproveitar para relembrar a leitura do best-seller de Rui Mateus

Um conselho:

Não exagerem na alimentação, á base de chamuças.

Anónimo disse...

Catarina Martins só pecou por não ter assumido o admirável gesto dos gregos de rejeição do "diktat" alemão e por não ter criticado a traição aos seus eleitores do então PM. De resto, cilindrou o adversário.

Fez o papel que cabia ao líder do maior partido da oposição, o qual felizmente tem vindo a melhorar mas que não consegue ainda livrar-se de alguns complexos de menino bem comportado. Parece contudo estar no bom caminho.

JPGarcia

Anónimo disse...

O "encriptanço" afinal tem dois desejos recalcados. Uma espécie de matar dois coelhos com uma rajada. O 1º coelho seria culparem o Passos por admitir que o GNR tinha a arma desencravada e que disparou "sozinha"... O 2º coelho livrarem-se da Catarina e apoiando-a como heroína. Perfeito...

Anónimo disse...

Curioso verificar que Catarina Martins tem-se revelado, COMO NUNCA, uma oposição de elevado calibre nos debates e entrevistas que têm dado. Cilindrou mesmo Portas e Passos. Porque não foi sempre assim. A maior surpresa desta campanha!

Anónimo disse...

Se calhar, porventura, o líder de Labour não usa Givenchy