terça-feira, 28 de julho de 2015

O retrato de Cavaco

 
A questão surgiu, há dias, num ambiente onde pontuavam algumas figuras das artes: quem será o eleito para pintar o retrato de Cavaco Silva, que integrará a galeria onde, em Belém, se acolhem os óleos que consagram a imagem dos antigos presidente?

Não podendo dizer-se que os presidentes se medem pelos retratos, a escolha do pintor tem frequentemente algum significado. Por isso, a pergunta, no tocante a Cavaco Silva, é pertinente: que artista emprestará o seu pincel à figura do ocupante que sairá de Belém em 2016?

Columbano Bordalo Pinheiro imortalizou Manuel de Arriaga, Teófilo Braga e Manuel Teixeira Gomes, figuras da cultura de quem era amigo. O retratismo da ditadura deu tempo a que Henrique Medina pintasse Carmona e Américo Tomaz, mas também que regredisse até à Primeira República e fizesse o retrato de Canto e Castro e Sidónio Pais - curiosamente, um chefe de Estado com tendências autoritárias e um presidente da República... monárquico. Mas também pintou António José de Almeida. Ainda na mesma escola, Malta foi responsável por Craveiro Lopes. Um nome menos sonante pintou Bernardino Machado (Martinho da Fonseca).

Com a Revolução de abril, Spínola escolheu Jacinto Luis, um amigo da casa. Costa Gomes escolheu Joaquim Rebocho e não foi feliz. Eanes optou por Luís Pinto Coelho, num estilo artístico social abastado, que ia bem com o ar do tempo e angulou ainda mais a rigidez do general. Soares rompeu o rigor figurativo e escolheu a heterodoxia alegre de Pomar. Sampaio colocou-se nas mãos prestigiadas e imaginativas de Paula Rego e deu no que deu.

E Cavaco? Quem o imortalizará?

ps - a obra que ilustra este texto é de Magaly Gouveia. Não é a pintura oficial.

28 comentários:

Jose Martins disse...

Senhor Embaixador,
Se fosse vivo, o indicado, para pintar Cavaco Silva seria Rafael Bordalo Pinheiro.
Saudações de Banguecoque

opjj disse...

Se eu fosse próximo de Cavaco Silva, aconselhava-o a escolher um estrangeiro, assim acabaria com o frenesim.
Oxalá ele leia o seu blogue!
Cumps.

Isabel Seixas disse...

Ora então,nem sei que diga...
só consigo pensar em sais de frutos
e na revolta da minha barriga.

vou mas é trabalhar.

Isabel Seixas disse...

Agora... Já está imortalizado nas estacas e nos mal feitos...

Bartolomeu disse...

Uma nota informativa: Os retratos dos ex-PR deixaram de estar expostos na "Galeria dos Retratos" desde que o Museu da PR foi inaugurado, passando nessa data a estar patentes nesse espaço, por detrás de uns paineis vítricos importados, que custaram os olhos do... da cara aos pagadores de impostos portugueses, agravados pelo facto de a encomenda ter sido feita com erros de medidas e ter dado lugar a um segundo fornecimento, sem direito a devolução. Toma Zé, paga!
Quanto à questão que coloca: A pessoa que de certo conhece a resposta, porque será ela sem dúvida a selecionadora do(a) artista, será Mm. Maria! Nem podia ser de outra forma!

Anónimo disse...

José Vilhena, o nosso caricaturista nacional, seria sem dúvida o mais indicado e pela primeira vez poderiamos ter um retrato do casal.

Mas, infelizmente, iremos ter um cenografista de Filipe La Féria. Não vejo um artista de renome, muito menos depois da cena recente da inauguração dos novos espaços do Museu do Chiado. Quando ouvi o SEC, na televisão, só pensei no PR que, a meu ver, teria exactamente a mesma atitude.

JPGarcia

CORREIA DA SILVA disse...

Para "imortalizar", o actual PR, temos em Portugal os melhores cartoonistas, a nível mundial ( a maioria deles, com formação em artes plásticas, e apuradíssimo sentido estético).

Anónimo disse...

Os verdadeiros retratos talvez daqui a 50 anos.
Quando os ministros das finan;as forem nacionais.

Anónimo disse...

Eu escolhia o cineasta João César Monteiro.

Anónimo disse...

Senhor Embaixador,

10 anos como PM + 10 como PR + uns quantos como MF e do Plano, Presidente do Conselho Nacional do Plano (ex-CES) + ...isso só pode dar algo....................."escuro".


michael disse...

eu a pensar que só havia uma artista plástica portuguesa no momento que atravessamos...

"Cavaco no Bule" ou "Cavacandeeiro" serao as próximas obras suas com toda a certeza.

Manojas disse...

No fundo fui eu, fomos nós todos, portugueses, que o pusemos lá ou deixámos que o pusessem lá. Lá, na presidência, naturalmente. Que seja, pois, retratado, por quem quer que seja, respeitando a dignidade do posto.

inconfessável disse...

Há-de ser alguém bem conservador, moralista e bom aluno.
Uma chatice

Carlos Fonseca disse...

Sei, de fonte segura, que o retratista de Cavaco será um irmão do "costureiro" da D. Maria, que tem muito jeito para o desenho.

EU SOU disse...

mas Paula Rego não fez já um "borrão"? a menos que "a minha Maria" se sinta excluída!

Anónimo disse...

Katia Guerreiro?

Anónimo disse...

Pois é, Carlos Fonseca, nas Necessidades não há mau gosto, mas gosta-se de gozar com a roupa da D. Maria e com as meias brancas do marido. Para ficar na boa-criação, chamam-se possidonices e complexos infundados de superioridade.

Reler sempre o começo de O Grande Gatsby antes de ofender os outros pelo irrelevante gosto em vez de o fazer por tantos e tão bons motivos que há. E antes que torne, é mais grave a sua afirmação do que carrega de presunções e desprezo social do que o meu anonimato.

ECD disse...

A Dra Katia é a fadista. Quase que aposto que será a D. Joana Vasconcelos. Ficaria muito bem retratado não como galo de Barcelos mas na forma de caracol algarvio

Portugalredecouvertes disse...



Acho que há um ar de Gary Grant ?!

Anónimo disse...

Eu cá acho que no burgo, não vai encontrar ninguém disponível para o pintar. O Miguel Ângelo?? Vai de retrato e depois amplia-se e fica pronto. Já agora do casal!

Cícero Catilinária disse...

Posso ser eu caro embaixador, que apesar de não ter jeitinho nenhum para o desenho nem para a pintura, exceptuando a que vou fazendo de quando em vez numas paredes cá de casa, faria sem dúvida um "retrato" bem à altura, pouca, do personagem.

Anónimo disse...

Uns larguíssimos milhares de euros logo tratam de fazer um bom artista simpatizar com a personagem.

Anónimo disse...

Embaixador, vou mais longe quem é que irá fazer o retrato de todo um regime podre em que temos vivido nas ultimas décadas. Em que claramente algumas pessoas só subiram na vida por terem por trás paizinhos e outros familiares muitos deles com ligações ao regime anterior, mas que se sairam também muito bem neste. Fortunas forjadas numa roubalheira sem fim. Gente levada ao estrelato e a categoria que nunca teve e por ai vai. Enquanto os portugueses forem medrosos e não fizerem um corte radical, mas radical mesmo( tipo rebentar com isto tudo e com os respetivos ladrões entrar-lhes pelas casas dentro e colocarem-nos na rua para que essas casas e esses bens sejam distribuidos pelas pessoas que tem sido expoliadas dos seus direitos). Digo-lhe mais a mim não me chocaria nada que as pessoas começem a entrar dentro das casas dos poderosos da treta, sejam eles quem forem e lhes fiquem com tudo.

Anónimo disse...

Porquê que não penduram lá um cavaco e deixam de se preocupar mais com isso?

Anónimo disse...

Bom retrato do "casal presidencial" seriam um cavacório e uma cavaca sobre cetim laranja, sob uma redoma, numa mesa de pé de galo à entrada do Museu da PR.

alvaro silva disse...

Ide todos pintar paredes!

Anónimo disse...

Pensando bem no assunto, afinal acho que o retrato escolhido pelo Senhor Embaixador para este post corresponde exactamente ao personagem mencionado no mesmo. Não será preciso procurar outro "artista".

JPGarcia

Magaly Gouveia disse...

Bom dia.
Exm. Sr. Francisco Seixas da Costa ...Espero que veja e leia este email. Gosto do seu artigo e da sua observação, só gostaria que ao utilizar uma imagem de um retrato a óleo da minha autoria, pelo menos colocasse os devidos créditos.
www.magalygouveia.com
Obrigada