sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

36, Quai des Orfèvres

Foi detido o diretor da Polícia Judiciária francesa, por violação do segredo de justiça. Há meses, no mítico nº 36 do Quai des Orfèvres, em Paris, sede dessa instituição, vários agentes violaram uma mulher nas próprias instalações..
 
Um abraço saudoso, caro comissário Maigret!

10 comentários:

São disse...

E já descobriram quem foram os assaltantes do "Charlie Hebdo"? Sim, porque suspeitos não significa culpados.

Quanto ao polícia que estava a investigar o caso, foi mesmo suicídio?

Os meus cumprimentos

Anónimo disse...

É mais um escandalo nesta "instituiçao" mitica.

C.Falcao

Anónimo disse...

Bom dia.

Neste dia Londrino frio e ameacando neve vou finalmente ver um DVD que me faz negacas da prateleira -"Quai des Orfevres"de Clouzot, com Louis Jouvet. E talvez mais tarde rever "O salario do medo" que nao vejo ha muito tempo. Ja agora este fim de semana trevejo "Le Corbeau". Uma triologia magnifica, nada leve, as como dizia o Augusto Gil, para leve basta a neve la for a que se anuncia.

Bom fim de semana.

F. Crabtree

Abraham Chévre au Lait disse...

Encore une fois...
A realidade ultrapassa a ficção!

Luís Lavoura disse...

"praticaram uma violação" de quê ou de quem? Violaram uma mulher ou violaram as regras?

Anónimo disse...

violação do segredo de justiça. por cá no pasa nada!

jj.amarante disse...

Julguei tratar-se duma violação sexual, afinal foi "une affaire de violation du secret de l'instruction". Quantos anos levará a França de avanço em relação a Portugal?

ECD disse...

Como li de relance pensei que tinha sido em Portugal que "pessoas de dentro" tinham sido constituídas como arguidas por violação do segredo de justiça. Pura ilusão, foi em França

http://abonnes.lemonde.fr/societe/article/2015/02/06/mise-en-examen-du-patron-de-la-police-judiciaire-parisienne_4571124_3224.html?fb_ref=Default

Anónimo disse...

foi tb violacao de uma turista canadiana

http://www.liberation.fr/societe/2014/04/25/soupconnes-de-viol-au-36-quai-des-orfevres-quatre-policiers-gardes-a-vue_1004803

cumprimentos

Anónimo disse...

Violação do segredo de justiça?!
Por aqui era uma demissão em massa... Estes franceses são mesmo "atrasados"... nem sabem aprender com os portugueses...