quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Blake & Mortimer

As sequelas desenhadas por Yves Sente e André Juillard, inspiradas nos desenhos inimitáveis de Edgar P. Jacobs, são "the next best" face aos originais do grande desenhador da escola belga de banda desenhada, que nos deu obras primas como "A Marca Amarela" ou "O Mistério da Grande Pirâmide".
 
Saiu agora "La bâton de Plutarque" (que já tem versão portuguesa, para quem se não sinta à vontade com o francês), que traz a curiosidade de ser uma história em que Francis Percy Blake e Philip Mortimer "passaram" em frente à nossa costa, fazendo uma leitura da posição portuguesa na II guerra mundial. Está-se mesmo a imaginar, aliás, a "preocupação" dos aviões da "pérfida Albion" em não quebrarem a "neutralidade" lusitana ("neutralidade colaborante", chamava-lhe Salazar)... Ou seria o medo à nossa poderosa DCA?

2 comentários:

Anónimo disse...

"Ou seria o medo à nossa poderosa DCA?"

a ver...

http://www.exercito.pt/sites/RAAA1/Publicacoes/Documents/Boletim%20Antiaerea%202003_1.pdf

cumprimentos

Anónimo disse...

Damned

Fernando Neves