terça-feira, 7 de outubro de 2014

Os negócios

Era uma certa Lisboa, bem retratada nos sarcásticos livros do Vilhena, cuja divulgação as autoridades dificultavam. Sempre existiu, mas teve algum fulgor pelos anos 60 e início dos 70. Cavalheiros "da indústria" e "capitalistas" - o termo "empresários" era então utilizado apenas para designar os profissionais dos espetáculos, como Vasco Morgado, José Miguel ou Ricardo Covões - aportavam, à hora de almoço, por alguns restaurantes que, horas mais tarde, se transmutavam.
 
Lembro-me de três: o "Lorde", o "Comodoro" e o "Belcanto". Este último, foi o único que resistiu, agora num registo completamente diferente.
 
Ao almoço, eram os negócios, a conversa política. Aproximando-se a hora de jantar, começavam a pousar por ali algumas "pequenas", o ambiente aligeirava e o "negócio" era outro. Os cavalheiros, por vezes, eram os mesmos. 
 
Passei há pouco pelo que resta do "Lorde". Quem recordará da sua glória perdida?

6 comentários:

opjj disse...

Já agora acrescente à sua lista,o MONTE CARLO e o MONUMENTAL, onde paravam actores e tb Vasco Morgado( conheci o filho- Vasquinho), Laura Alves, Raúl Solnado etc.
É a vida.
Cumps.

Anónimo disse...

E o Monte Branco do Herberto Helder e o Porão da Nau das "Piquenas" e o Sanpaio híbrido, alem do Caveau.
Grande Saldanha e adjacências.
Ainda estamos muito jovens.
Cumprimentos sr. Embaixador.

Guilherme.

patricio branco disse...

menu curto, mas o que serviam era bem feito. o bife da casa com molho magnifico. sala pequena, acolhedora. madeiras e couros. algo de clube inglês,se bem lembro, uma lareira...

patricio branco disse...

tambem se dizia industrial...

Anónimo disse...

Nesses tempos, o "Monte Carlo" era como que uma assembleia da republica...

Francisco Seixas da Costa disse...

Caros comentadores: o Montecarlo e o Monumental, tal como o adjacente Porão da Nau, eram locais de uma outra natureza. Sobre o Montecarlo, que foi meu pouso frequente, já há quase cinco anos por aqui escrevi: http://duas-ou-tres.blogspot.pt/2009/11/montecarlo.html.
A "dualidade" de frequência dos três restaurantes que referi nada se compara com o ambiente dos locais à roda do Saldanha.