quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Moedas

A pasta atribuída a Carlos Moedas é ainda melhor do que aquela que havia sido falada pelos diversos comentadores. Para mim, é uma agradável surpresa: nunca acreditei que a um comissário português viesse a ser dada uma pasta desta importância. Carlos Moedas está de parabéns e - sejamos justos! - Pedro Passos Coelho também. E Jean-Claude Juncker não me desiludiu: é, como sempre se soube, um bom amigo de Portugal.

Pedindo de empréstimo o título do filme de João César Monteiro, Moedas deve agora perguntar-se: "que farei eu com esta pasta?". E tem de ter uma resposta inteligente para tal. Moedas tem uma oportunidade soberana para nos surpreender e para aproveitar a imagem de criatividade e competência que um homem como Mariano Gago deixou pela Europa - como é unanimemente reconhecido - na área que agora vai tutelar e que o seu sucessor, infelizmente, não tem honrado. Parabéns e felicidades, Carlos Moedas.

10 comentários:

Joaquim Moura disse...

A ciência, a investigação e a inovação europeias é que não mereciam isto.
Parabéns? Mas porquê? Por lhes terem saído na rifa um torquemada da ortodoxia monetarista que nos tem desgovernado?
O que é que isso importa se ele é português ou chinês?

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Caro Francisco

Estamos, de novo, em desacordo. De acordo estou com o Joaquim Moura, excepto no que concerne o chinês... Ainda estamos na Europa, creio eu...

De qualquer jeito, chineses há por toda a parte; até na minha rua e arredores há cinco lojas de chineses e quatro restaurantes idem.

Por isso, volto atrás, um comissário europeu pode muito bem ser chinês nascido e criado na Finlândia. Peço desculpa ao cidadão Moura, ou seja, dou-lhe a mão (honni soit) à palmatória.

Moedas pensou-se que de acordo com o nome ia tratar da moeda, i.e., o euro. Mas, não foi; foi sim pa uma pasta multi-emprego.

De acordo com o PÚBLICO Moedas fez logo um comunicado onde diz que “a Inovação e a Investigação são a chave para o crescimento que queremos na Europa: um crescimento sustentável que promova a qualidade de vida dos Europeus” (Lusa).

Apesar de saber que me alongo, ainda transcrevo o PÚBLICO:
«Foi com esse objectivo que foi criado o programa Horizonte 2020, o maior programa orçamental gerido pela Comissão, que vai investir quase 80 mil milhões de euros em inovação entre 2014 e 2020, o equivalente a 8% do orçamento comunitário, refere a Lusa.»

E termino as citações do texto do mesmo quotidiano:

«João Sentieiro, ex-presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia, olha “com grande perplexidade” para a nomeação. “Este senhor não tem qualquer aptidão para a gestão da pasta. Tem total inexperiência e ignorância no assunto. Já não estávamos bem, ficaremos pior”. Na sua opinião, “aumentam as perspectivas negativas para a comunidade científica europeia e portuguesa”».

Pois então, em meu entender, não há motivo para parabéns - a ninguém. E continuo na dúvida sobre Juncker: será mesmo amigo de Portugal? Pelo que me toca não é; mas o benefício da dúvida...

Apenas uma nota mais. Moedas foi o pai-adjunto do cortar mais do que manda a troika, o que significou aumento do desemprego. Será que aprendiz de feiticeiro da austeridade é um camaleão? É que esta pasta destina-se principalmente a aumentar o...emprego

Abç

Anónimo disse...

Pasta atribuída confirma que teria sido mais wise propor um nome como o da antiga ministra da educação e ciência, Graça Carvalho para Comissária. As políticas científicas requerem hoje uma elevada especialização técnica que Mariano Gago tinha e que obviamente Moedas não tem.

lourenço disse...

Parabens ao porta moedas, PARABÉNS AO BARROSO PARABENS AO JUNCKER,gente fina é outra coisa, O Zé é que fica sempre mal na fotografia.pois com fotografos destes está sempre tramado

Portugalredecouvertes disse...


Sr. Embaixador
posso ainda pedir um espacinho para as nossas atletas portuguesas que conquistaram a medalha de ouro e que estão de parabéns:
Há 4 dias
Medalha de Ouro para Sílvia Saiote e Beatriz Martins na final de Trampolim Sincronizado da Taça do Mundo de Ginástica de Trampolins que decorreu em Loulé
https://www.youtube.com/watch?v=zCwlNQqbr7U

parece que quando dá certo, não se fala ou muito pouco

Eduardo Saraiva disse...

Vou "roubar"

Anónimo disse...

Este tipo de rodriguinhos para atacar o tolo do Moedas não me diz nada. Prefiro o estilo frontal, a critica directa. Isto que aqui é dito é uma macacada diplomática. Enfadonho. Uma chungada!
J.Aires

patricio branco disse...

Acredito que todas as pastas são importantes, e que moedas mereça esta...

Anónimo disse...

A frase não é do Saramago? "Que farei com este livro?"

ignatz disse...

"que farei eu com esta pasta?"

telefona para a goldman sachs, pede instruções e garante a reforma quando for corrido no próximo mandato.