sábado, 23 de agosto de 2014

Senhora da Agonia

Ainda fui a tempo, despachado a meio da tarde da terra das tulipas, de chegar a Viana a tempo de ver o "fogo da festa" e comer uma fartura bem acervejada. Hoje, sábado, teremos os "gigantones e cabeçudos", o cortejo e a "festa do traje", seguido do "fogo do meio". E domingo as "festas" prosseguem.

Esta é a maior e mais bela romaria do país. "Sofri-a" durante anos, quando na minha infância e juventude por aqui passava os Verões e não achava graça alguma a toda esta confusão. Chamava-lhe então "a agonia das festas". Agora, venho cada vez com maior prazer às "festas", de quando em vez, a esta que é a minha segunda terra.

3 comentários:

Portugalredecouvertes disse...


Também senti ontem essa inspiração de escrever sobre a linda festa de Viana! Agora que tudo deslocaliza, teremos atenção redobrada com o trabalho maravilhoso feito por tanta gente!
bom fim de semana para todos
Angela

Manuel Silva disse...

Caro Senhor Embaixador:
Importa-se de ir a Ponte da Barca e dizer lá isso publicamente, e até amanhã, último dia da romaria de S. Bartolomeu, a mais genuína do Minho e de Portugal, que decorre sempre nas mesmas datas, de19 a 24, não variando de acordo com mos dias da semana para satisfazer os turistas.
Cumprimentos.

Paulo Abreu e Lima disse...

Quando pequeno não tinha medo dos gigantones, já dos cabeçudos...

(Há mais de vinte anos que não vou às festas mais vibrantes e bonitas de Portugal. Como por lá se diz, estou a ficar "cabaneiro"...)