sábado, 12 de julho de 2014

Lindo serviço!

Durante os últimos cinco anos, Vital Moreira, deputado ao Parlamento Europeu, presidiu à Comissão de Comércio Internacional daquela instituição. Um pouco por todo o lado, ouvi elogios ao seu trabalho, ao prestígio que Portugal ganhou através da sua ação, muito em especial na condução do processo relativo à preparação da Parceria Transatlântica para o Comércio e Investimento. 

O país não se terá ainda dado conta de que essa Parceria, cuja negociação se iniciará em breve, pode configurar uma radical mudança no panorama da relação entre a União Europeia e os Estados Unidos.  No que nos respeita, terá consequências da maior monta no perfil das nossas exportações e, ao mesmo tempo, pode garantir-nos um papel-chave na futura entrada na UE de gaz proveniente dos EUA (produzido a menos 30%), a somar-se às consequências positivas de uma mais intensa utilização do porto de Sines, por virtude da duplicação do Canal do Panamá.

Por todas essas razões, para a política externa de um país como Portugal, a Comissão de Comércio Internacional do PE constitui um lugar essencial para tentar controlar o futuro processo negocial e nele projetar os nossos interesses nacionais, que são de monta, como o evidenciará um estudo de uma entidade de grande qualidade, que daqui a semanas vai ser divulgado.

Vital Moreira abandonou entretanto o Parlamento Europeu, no quadro das mudanças que o PS decidiu introduzir na sua lista de deputados. Sabem o que aconteceu à representação portuguesa na Comissão de Comércio Internacional? Desapareceu... Nenhum dos atuais deputados portugueses faz dela parte, distribuindo-se por outras comissões, algumas das quais de duvidosa pertinência para os nossos interesses. Desconheço como decorreu o processo negocial de distribuição dos deputados pelas comissões parlamentares, mas uma coisa tenho por certa: iniciámos este "jogo" com um resultado negativo. Como se diz na minha terra, PS e PSD, os dois partidos que integram as formações políticas mais relevantes no PE, bem podem "limpar as mãos à parede" por este "lindo serviço" que prestaram à defesa dos interesses nacionais. E já notaram que ninguém fala disto na nossa comunicação social?

11 comentários:

opjj disse...

Não terá sido o 1º a falhar o PS ao excluir Vital Moreira devido ás suas opiniões nem sempre concordantes com a hierarquia?
Vital Moreira é uma das mais lúcidas referências a ter em conta.Não tem rabos de palha. Embora nem sempre concorde com ele.Penso que se acaso ele quizesse seria um ganhador ás presidenciais.
Cumps.

Portugalredecouvertes disse...


raramente vem à informação do povo o trabalho dos deputados no Parlamento Europeu
não será o que aparece nas primeiras páginas dos jornais ou dos telejornais
assim não serão muitos a chorar quando os resultados são do tipo "lindo serviço"

jose neves disse...

Ainda acerca da espionagem dos USA sobre a Alemanha, a pergunta que se deve pôr é:
porque andam os americanos tão preocupados em conhecer os planos alemães? De que desconfiam os USA relativamente à Alemanha?
E face ao passado recente(2 guerras mundiais em 25 anos com planos e preparação meticulosos)e ao presente presente onde a Alemanha já manda e ordena na Europa o que estará para vir?
Certamente os serviços secretos americanos que formaram e educaram os alemães já foram ultrapassados por estes e andam desconfiados de planos comerciais para tomadas de domínios económico ou tomadas de zonas de influência importantes até aqui do domínio americano.
O certo que não se faz espionagem entre países amigos para brincar aos espiões ou como prova de exames práticos. Algo se mexe na sombra.

São disse...

Não consigo perceber duas coisas:

-Se o trabalho de Moreira foi assim tão importante porque o retiraram e, para cúmulo, sem o substituírem,

- O secretismo total para o público de quanto se relaciona com o dito Tratado. É que já li versões completamente divergentes : uma acham-no muito bom para nós , outras referem-no como desastroso.

Mas isto sou eu, que não sou política...

Bom final de semana

Anónimo disse...

Lindo Serviço!
Eu moro em Quintos. Comigo moram mais 300 almas penadas. O Senhor Embaixador não sabe onde fica Quintos. Aqui em Quintos ninguém faz a mais pálida ideia a que assunto o Senhor Embaixador se está a referir nesta sua última mensagem. E acredite, Senhor Embaixador, há centenas de outros Quintos espalhados por Portugal que também nada sabem sobre essa coisa de Comissão de Comércio Internacional. E será quer a maioria dos espanhóis, franceses ou alemães sabem? Duvido...
--
Luís Tavares

Anónimo disse...

Vital Moreira não ē agora do PSD? Parece...

Anónimo disse...

Não tenho simpatia por Vital Moreira com quem me cruzei de raspão na cafetaria do Parlamento Europeu e que cria uma distância inútil no relacionamento com as pessoas. É uma pena Portugal ter perdido a presidência da Comissão de Comércio, como não ter assegurado a homóloga da Agricultura que teria conseguido com a reeleição de Capoulas Santos. Concluo, com desgosto, que apesar de detestar Bruxelas o meu pai tinha razão em dizer-me para não seguir uma carreira profissional em Portugal onde tratam mal as pessoas. Como se vê pela gravura junto...

Carlos Fonseca disse...

Salvo erro, Vital Moreira era deputado europeu eleito nas listas do PS, mas na qualidade de independente.

Ora, sem prejuízo de se reconhecer o seu mérito, há dois aspectos que não devem ser esquecidos.

Em primeiro lugar, ele foi eleito enquanto cabeça de lista. Provavelmente não aceitaria fazer parte da lista do partido, colocado numa posição secundária. E, na campanha eleitoral que fez há quatro anos, a sua prestação foi um desastre. A falta de empatia com os eleitores terá, na opinião de muitos socialistas (e na minha também), constituído uma desilusão, contribuindo para que os resultados tivessem ficado aquém das expectativas.

Em segundo lugar, não tenho memória de ter ouvido, ou lido, declarações suas que apoiassem medidas defendidas pelo partido que o elegeu. É certo que nada o obrigava a isso. Acontece que, ainda por cima, caíram mal no PS todas as que fez apoiando posições do Governo PSD que, nalguns casos, até tinham a oposição de "notáveis" filiados daquele partido.

Perante o que antecede, julgo que não havia condições para a sua reeleição na lista do PS.

Anónimo disse...

Esse transfuga do PCP nunca me mereceu a menor confiança. O "avô cantigas do PS". Seja como for e embora o que aqui diga tenha pertinência, quem quer saber do que se passa pelas instâncias europeias? Nem o povo, nem, ao que vejo, o governo. Há outras coisa se calhar mais importantes.
Mas, fica o registo, que fez. Oxalá alguém veja isto, lá por S. Bento. Mas estão-se nas tintas. Neste momento, o que preocupa a tripla sinistra de extrema direita, Passos-Albuquerque-Portas, é o corte dos funcionários públicos. Em vez de responsabilizar a Banca e sacar dinheiro dela, com um IRC de 22%, como na Alemanha.
Gomes Pereira

Helena Sacadura Cabral disse...

No meu blogue postei sobre esta Parceria quando ainda poucos ou nenhuns falavam dela. Infelizmente, ou não, pertenço ao grupo daqueles que receiam as suas consequências naquilo que a nós diz respeito.
Mas em algo estamos de acordo: ninguém fala do assunto...

patricio branco disse...

as pessoas não são eternas nem insubstituiveis, a cci do pe continuará a trabalhar no assunto e vital moreira será util fora do pe, em portugal, na universidade, na advocacia.
moreira por outro lado não é um exemplo de estabilidade ou fidelidade a este ou aquele. tambem não é uma estrela.
a parceria transatlantica continuará a ser preparada esem vm e não terá certamente nenhuma clausula de exclusão de portugal dos futuros beneficios e que os saibamos aproveitar, etc etc