quarta-feira, 9 de julho de 2014

A boa moeda

O diretor cessante da Casa da Moeda despediu-se dos seus colaboradores com uma nota críptica, em que cita textos de duas músicas de Sérgio Godinho: "Lá em baixo" e "Arranja-me um emprego". Folgo em ver um dos maiores cantautores portugueses utilizado neste registo, prova de que o bom gosto pode conviver com a boa moeda. 

Da carta, resulta que terá sido vítima de algumas "Emboscadas", pelo que decidiu pôr "Os Pontos nos is", não ficando de "Bico calado", na esperança de que "Espalhem a notícia". Antes que "Mudemos de assunto", a carta faz-nos uma "Visita guiada" a um "Um tempo que passou", porque "Foi a trabalhar" que surgiu esta sua "Dor de alma", agora que chegou "O Fim de tudo". "Sempre foi assim"? Talvez, até porque "Isto anda tudo ligado" e porque este é "O primeiro dia" de um tempo em que já não está em "Maré alta", ele entendeu que valia a pena denunciar que "O rei vai nu". "Pois, é a Vida!", "Caramba!"

2 comentários:

patricio branco disse...

quero ler essa carta, e que escreva umas memórias, a cunhagem e emissão são as faces ocultas de muita politica monetária, da crise, dos tempos de estabilidade ou crise, etc etc

Anónimo disse...

a ma moeda (que nada tem a ver)

comparar estas duas noticias

http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=4017846&seccao=Europa&page=2



mehdi nemmouche ministro do interior frances???
o terrorista de bruixelas? isto escrito num suposto jornal de (alguma) referencia? no comments

ver o original

http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/france/10956636/Islamist-plot-to-blow-up-Eiffel-Tower-Louvre-and-nuclear-power-plant-foiled-say-French-police.html