terça-feira, 17 de junho de 2014

Automóveis

A minha terra, Vila Real, "tem a mania" das corridas de automóveis. É uma tradição com muitas décadas, profundamente enraizada na cultura da cidade. O nosso circuito (que inicialmente tinha 6.925 metros - como me lembro desde a infância) foi palco de grandes provas internacionais, com muitos e diversos tipos de automóveis. Em alguns anos, contudo, as corridas não se realizaram. Mas o entusiasmo dos vilarealenses sabe sempre renascer. 

No próximo fim de semana, volta a haver corridas. Porque não aproveita para dar uma saltada a Vila Real? Eu, infelizmente, não posso.

7 comentários:

Anónimo disse...

Foi pena que o nosso Filipe Albuquerque, da equipa oficial Audi, que veio a ganhar as 24 de Le man, no Domingo passado, tenha sofido uma avaria pouco tempo depois do início da prova. Esteve bem, pois ficou em 4º lugar nos treinos, portanto largando da 2ª fila e até recebeu um prémio como melhor estreante. O rapaz tem fibra! Talvez para o ano. O simples facto de a equipa oficial da Audi lhe ter confiado um carro para correr em Le Man, diz tudo das suas capacidades.
Quanto a Vila Real, aquilo tem piada, fazem-se por lá umas boas corridas e o ambiente e as gentes de Vila Real animam a festa. Gente boa. E come-se e bebe-se bem por lá.

patricio branco disse...

lindissimo cartaz ou poster, vale a pena guardar 1

Anónimo disse...

Também eu nasci em Vila Real, embora me reconheça muito pouco ligada à cidade.

Digamos que nasci lá por necessidade, dado não estar nas Pedras Salgadas o "primo" ginecologista que deveria acompanhar o parto.

Azares à nascença que têm perdurado nos anos ao ponto de nem sequer conhecer o ramo familiar que me liga a Vila Real.

Só conheci bem a geração anterior à minha.

Coisas!

Isabel Seixas disse...

Conheço muitos entusiastas de cá de Chaves que já estão eufóricos com a possibilidade de irem novamente às corridas a Vila Real.

Anónimo disse...

vilaRRealenses

Anónimo disse...

Em Vila Real não há a “mania das corridas”! As corridas constituem a grande parte da urbanidade da cidade!
É, por exemplo, o que representa o Bairro Alto para Lisboa. Em Lisboa há a Baixa, nós temos (com alguma intermitência infelizmente) as corridas. É a nossa Baixa!
Não me “recordo” se já haveria esta “característica urbana” antes do impulsionador do circuito Aureliano Barrigas. Certamente já existia latente! Está para além das provas em si. Vai ao pormenor dos pistões dos motores, das juntas da colaça, dos cavalos, etc, passando pelo paddock, pela Verbena entre muitas outras coisas. Quem vem às corridas a Vila Real nunca mais esquece! É o que me dizem.
V. Exa está a perder este espírito vagando por esse mundo. Ganha outras coisas, claro!
antonio pa

EGR disse...

Senhor Embaixador recordo os tempos em que, como tantos outros "tripeiros", ia do Porto a Vila Real, atravessando o Marão, para assistir as corridas.
Era, para além das provas, uma verdadeira festa que nos proporcionava momentos de grande alegria e convivencia com os seus conterraneos.
Recordação com um misto de nostalgia e prazer por ter vivido esse tempo .