domingo, 13 de abril de 2014

MRPP

Existe uma "fórmula" quase imbatível para avaliar o destino dos antigos militantes do MRPP: os que ingressaram no partido antes do 25 de abril, estão em geral à esquerda; os que aderiram post-25 de abril estão à direita. 

Façam o teste com os vossos amigos e conhecidos.

11 comentários:

Anónimo disse...

Ter sido do MR ou também da UDP são quase sempre passaportes para magníficas carreiras.

Anónimo disse...

Não tenho a mais pequena dúvida quanto a isso. Conheci "resmas" deles junto à sua sede na Avenida Alvares Cabral,em Lisboa, na década de 70 e que posteriormente ocuparam bons "tachos"...esquecendo o proletariado!

Anónimo disse...

Só batida pela seguinte fórmula: os partidos só servem para uns enganarem e outros serem enganados. Mas esta não tem exceções.
antonio pa

Eduardo Saraiva disse...

Vou "roubar"

Anónimo disse...

a reler nestes tempos de Páscoa:

"Memórias de um PS Desconhecido", Rui Mateus.

Alexandre

Anónimo disse...

Ainda bem que não sou politizado e assim não saber quem é quem em Portugal em 2014.

Anónimo disse...

Os comentários nas redes sociais continuam a mostrar um aguçado sentido contra os partidos, como se houvesse uma fronteira entre nós e eles. As duas últimas atoardas são de Isabel Moreira que se diz "independente", apesar de filiada no PS e Vasco Lourenço que culpa os partidos por terem "falhado". Eu continuarei a ser militante de base do PS, com muito orgulho, apesar de ter sido prejudicado na minha carreira por um ministro socialista.

Anónimo disse...

É verdade. Os gajos que conheci no MRPP quando por lá passei já no "depois", estão todos à minha direita com algum distância.

Anónimo disse...

O MRPP tem uma grande vantagem sobre os outros partidos. É o único que nunca esteve no poder, portanto não tem responsabilidades diretas no estado a que conduziram est país.
Quanto aos que integraram outras forças partidárias, é a miscelânia de almofariz,com a endogenia oportunista cujos resultados estão à vista.

Guilherme.

ARD disse...

Detectei a existência dessa "lei" há mais de 20 anos mas formulo-a de modo diferente: só estão à direita antigos militantes do MRPP que aderiram ao partido depois do 25 de Abril.
Corolário: nem todos os que aderiram depois do 25 de Abril estão à direita.
Mas todos os que aderiram ao partido antes do 25 de Abril estão à esquerda.
Já agora: o tema "MRPP" é um dos que, em Portugal, produz mais lamentáveis inanidades.
Como se nota...

Anónimo disse...

Viva o MRPP e quem o apoiar aqui e em qualquer lugar.
Quem é que morreu antes e depois do 25?
Ribeiro, Soares e Alexandrino...
Ignorâncias convenientes.

Silva.