sábado, 12 de abril de 2014

Cidadania

"Presidi" ontem, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), a um interessante exercício de mobilização de cidadania, que envolveu várias dezenas de pessoas com perfis muito diversos. Tratou-se do Fórum de Vila Real, uma iniciativa que reproduziu idênticos eventos numa dezena de cidades. Nas cerca de quatro horas que o exercício durou, que tinha como pano de fundo os 40 anos do 25 de abril, os participantes dedicaram-se a identificar iniciativas, práticas e viáveis, para promover a cidadania e reforçar a participação democrática. O meu papel foi identificar uma temática entre as várias sugeridas, colocando os interventores a discutir modelos de realizações, sem grandes custos nem necessidade de novas estruturas. Agora, resta verificar o que vai sair deste trabalho. Mas, devo dizer, depois de alguma perplexidade e até ceticismo que inicialmente alimentei sobre o mesmo, fiquei convencido de que há uma reserva de boa vontade e até de utopia que mostra que subsiste ainda um Portugal bem acordado e com uma generosidade solidária. Graças ao 25 de abril, diga-se.

6 comentários:

Anónimo disse...

A presidência do Conselho Económico e Social por José Silva Peneda évum acto de cidadania. Como o seria ser Comissário Europeu, lugar que lhe caberia bem e que seria consensual

Majo disse...

~
~ Muito interessante e meritório.

~ Votos de sucesso.

Mônica disse...

Sr Francisco. Muitas vezes o povo quer fazer algo de bom. O impecilio vem do alto . Mas e tao bom ter utopia.com carinho de bom dia Mônica

Portugalredecouvertes disse...

Sr. Embaixador há sempre boas vontades que não se ficam pelos discursos
eu acredito

Isabel Seixas disse...

CIDADANIA

Pois faz muito bem...

A educação é um processo social,
é desenvolvimento.
Não é a preparação para a vida,

é a própria vida.
John Dewey

Quando um ensina, dois aprendem. Robert Heinlein

"As pessoas exercendo sua cidadania precisa estão acostumadas a absorverem verdades mascaradas e por comodismo se recusam a ir à busca da realidade oculta."

Douglas Piedade de Carvalho

O exercício da cidadania se efetiva através de tudo aquilo que ajudamos a fazer em prol da coletividade a que pertencemos, garantindo direitos e favorecendo o cumprimento de deveres. Dessa forma, a cidadania não se constitui apenas de algo que precisamos adquirir, mas de um contexto que devemos ajudar a construir.
Alcione Alvez

Acredito que o que escrevo é uma forma de exaltar e defender a dignidade e a cidadania, que nos estão roubado
dia-a-dia, sorrateiramente, impiedosamente.
Sem elas, o que nos restará?

Shakespeare nos responde:
'Dignidade, dignidade,
dignidade, roubaram a minha dignidade, a parte imortal de mim mesmo,
e o que resta é bestial.'

Miral Pereira dos santos

Anónimo disse...

Noite fantasticamente confortável em Vila Real!
Tudo fechado! Ruas vazias... Devem estar todos em colóquios em exercício de cidadania...
antonio pa