domingo, 19 de janeiro de 2014

Jogos belenenses

Faltam cerca de dois anos para Cavaco Silva deixar o lugar ao seu sucessor em Belém. À direita, o debate começou já, em torno dos nomes possíveis. É um processo muito interessante, porque nele se cumulam ambições pessoais, polémica entre perfis e, muito em especial, estratégias partidárias.

Os presidentes moldam o sistema, porque a sua leitura sobre os poderes que a Constituição lhes concede vai variando, com as conjunturas e com as personalidades que titulam o cargo. Os últimos dois anos ensinaram muito ao país sobre o papel de um presidente da República. E, por essa via, ensinaram muito aos partidos, que disso retirarão as devidas conclusões.

No seu programa para reeleição como presidente dos PSD, Pedro Passos Coelho resolveu "lançar o fogo na pradaria", desenhando, com um traço carregado de intenção, o perfil do presidente que não quer vir a apoiar. Ficou óbvio que Marcelo Rebelo de Sousa era o nome visado, como o próprio reconheceu. Estará Marcelo excluído em definitivo? Com o "maverick" professor, Cristo pode sempre voltar à terra.

Na aldeia política da direita portuguesa, a zizania vai começar. O idílio Passos-Barroso pode indicar que o quase ex-presidente da Comissão tem agora uma hipótese forte para regressar à ribalta interna. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos, um dos quais não deixará de ser filmado perto do largo da Misericória. "Faites vos jeux, messieurs"!

16 comentários:

Anónimo disse...

E na esquerda portuguesa ?

Tantos "compagnons de route" (estou aqui!,estou aqui!...)


Alexandre




Anónimo disse...

Pois é! Assim se concertam as coisas. Um lá fora, outro lá para os lados do Bairro Alto, mas ainda falta "anunciar" o outro...

Anónimo disse...

Suburbano! Temos sido governados por suburbanos. PPC é mais um!
antonio pa

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro Francisco
É verdade tudo o que diz. Mas nada obsta que Marcelo, como Sampaio, se apresente.
Seria curioso.
Barroso não obtém o que quer e pode vir a ser apoiado por Passos. Mas não será pela maioria dos portugueses que tenham memória.
Restam pessoas que seriam apoiadas pela esquerda e pela direita, como Gama, Oliveira Martins, Guterres ou António Costa.
Mas há mais nomes e conforme a Europa e o país evoluírem, eles virão ou não à superfície...

Helena Oneto disse...

Bravo! quem escreve assim não é gago:)!

Isabel Seixas disse...

ó cara velha amiga
que diz a isto, dois anos?!!!
mote para injúrias,
nem sei que lhe diga
evocaremos os profanos
denunciando espúrias,
é fatal cair na pinga...

Anónimo disse...

Misericórdia é coisa de que precisamos mas não da do Largo.

São disse...

Aí tenho que concordar com Passos(!!!!): não me parece que Marcelo seja a pessoa mais indicada para a Presidência.

Se na campanha para a Câmara de Lisboa , mergulhou no Tejo...que faria nessa situação?

E se Durão se lembrar de se candidatar, espero que "o melhor povo do mundo " se lembre da indigência a que reduziu a Comissão Europeia e da forma como se comportou relativamente a Portugal enquanto membro da famigerada Troika!


O tema não tem nada a ver com o assunto tratado, mas como é uma pessoa bem relacionada e com contactos ao mais alto nível, atrevo-me a falar (-lhe) nas Praxes.

Quantas mais humilhações, mais tragédias, mais Mecos , são necessários para que se proíba legalmente esta estupidez inominável a que é sujeito quem entra no Ensino Superior?!

Desejo-lhe boa semana

Anónimo disse...

Pois é!

Da "lista" apresentada pela SrªHelena Sacadura Cabral,o único possível seria Guilherme de Oliveira Martins.

Os outros, não apresentam nada de relevante para um País do Séc XXI.

Do grupo "Aula Magna", nem Nóvoa nem Carvalho da Silva.

Mais uma nota, não serem apadrinhados por Soares.

Precisam-se de pessoas com mundo, com sensibilidade e inteligência !

Alexandre



Anónimo disse...

O Alexandre, tenha paciência, mas quem tem mundo neste pais e o Dr José Luís Arnault!

a) Virgolino da Mata, cronista da "Caras"

Anónimo disse...

Cara Isabel Seixas

A 'velha senhora', ao saber-se por si evocada neste contexto, pensou, um pouco tocada de Alvarinho e jeropiga, que a queria propor como candidata às presidenciais:

isabel, minha querida,
que simpático lembrar-se
desta médica da vida
pra dever candidatar-se!

vou ficar-lhe agradecida
mas não quero tal catarse.
não é isso? ai a bebida
que me embota ao misturar-se!

não sou, disse, pretendente
mas também lhe vou dizer
que prefiro em presidente,

finalmente, uma mulher,
se não eu, outra qualquer.
macho manda, mulher sente!

Anónimo disse...

Ao Sr.Virgolino:

Olhe que não! olhe que não! olhe que não! (onde é que já ouvi isto?.....)

O Sr.Arnaut, pode "possuir",julga que "possui" e vai resolvendo avidinha.

O País sabe distinguir pelo menos nessa "área" !

Alexandre




Anónimo disse...

Então e o Paulinho Portas, não houve quem dissesse que daria um bom presidente?!!!
Anda Paulinho, estou contigo!...

Isabel Seixas disse...

Bem bem cara velha Amiga
Como a noite, jeropiga,
pode ser má conselheira
Amiga, não,não vá na cantiga,
há que cumprir requisitos
Só para evitar conflitos
robusta, boa parideira,
que ostente pelo na venta
tenha pulso pra "Presidenta"
usando tailler com bom corte
trigueira e boa com sorte,
poliglota, ser impassível
quando vai bater a porta
faça-o a passo sensível...

patricio branco disse...

e agora ppc diz se admirado, que não, que tinha apenas em mente o retrato robot do seu pr ideal, um pr semelhante aliás a cs... não pensava no prof mrs, mas talvez as coisas se lhe voltem, faltam 2 anos, mrs é mais vivo que os mais vivos, a retirada foi estratégica, muito ironica, e há outros que podem surgir candidatos, sem o perfil desenhado por ppc, é a 1a vez que vejo um lider partidario e chefe de governo desenhar o perfil ideal, está boa, vamos a ver, mas que ficasse calado e não diga não estava a pensar nesse, deixe os outros tirar conclusões e fique calado, seria mais funcional e eficaz, pois durão barroso que de bruxelas elogia cada vez mais ppc/psd/cds confundindo os com portugal, preparando o seu caminho, db será sem duvida o que entra no retrato robot, mas mesmo aí, quem sabe, há sempre surpresas e alguns tiros talvez saiam pela culatra da espingarda de ppc, quem aparecerá mais, candidatos, enquadrados ou não no automata que está a ser construido na lapa, já foi desenhado, vamos esperar, haverá surpresas, etc etc

Anónimo disse...

Sobre Arnaut, já vi escrito Asnaut, perguntem à D. Maria José Alçada, lá da Covilhã, que ela, lá do outro mundo, poderá esclarecer algo. Arnaut, de uma família de industriais? Ela poderá contar-nos da sua infância e do seu currículo.
O primo da Covilhã...