segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Porto!

Cenário: balcão de uma cafeteria no aeroporto de Pedras Rubras, Porto, ao final da tarde de hoje. Diálogo entre mim e a empregada:

- Queria um quarto de Pedras, natural.
- Está doente? 
- Não...
- Então não vai um fininho?
- A esta hora não.
- Olhe que lhe fazia bem. A água enferruja...
- Não, prefiro a água.
- O senhor é que sabe. E vai comer o quê?
- Não sei bem. Talvez um croissant.
- (Baixo) Os croissants já têm muitas horas. 
- Então o que é que aconselha? 
- Tenho aqui umas "sandes" de panado espetaculares. Frango ou porco?
- Não sei se me apetece um panado...
- Come um panado, sim senhor! Vá por mim...
- Pronto, está bem! Um panado de frango.
- Não se vai arrepender. Mas não vai comer o panado com Pedras, não é?
- Então? 
- Vai beber um fininho, tirado aqui pela Adelaide. Ainda me vai pedir outro, vai ver...

E eu, que tinha pensado "aconchegar" o estómago com um inocente croissant e uma casta Água das Pedras, saí dali depois de comer uma valente "sande" (era assim que estava no letreiro) com um imenso panado e um fino (só um, vá lá!). Muito bem tirado.

O comércio é arte e simpatia. No Porto.

14 comentários:

Anónimo disse...

Quando comecei a ler pensei que tinha a ver com o Sporting mas enganei-me...ou talvez não. De qualquer maneira, ela aparentemente não sabia que estava a falar com um lagarto dos quatro costados. Talvez reagisse de outra forma se o soubesse.

patricio branco disse...

com uma empregada como essa a cafetaria só tem a ganhar como se viu, a arte de levar o cliente a comprar e consumir não é simples mas há quem a pratique com eficiencia, simpatia, humor e um toque picantinho de feminilidade, de facto só havia uma saida, comer o panado regado com a friazinha...bom apetite

Anónimo disse...

Imperial!

Portugalredecouvertes disse...


Adoro o Porto!
mas estava a ver que ainda iria pela de Coca-Cola ou Pepsi

margarida disse...

Pois essa mania que os portistas são fanaticamente hostis a todos os outros clubes (em especial, aos lisboetas) é um grande equívoco - e uma mania facciosa, essa de nos quererem conotar com as claques, que são uma cambada de 'doentes' em qualquer clube. Não senhora! Conheço 'n' "dragões" que respeitam e simpatizam com outros 'bichinhos' e a proverbial hospitalidade do Porto supera essas tricas clubísticas - fazemos questão! Podemos brincar com a coisa e tal, mas acima de tudo está a hospitalidade. O resto é malta com maus fígados, é uma pena, lamenta-se, e até nos envergonha. E muito.
Cá por mim, que gosto do azul porque aqui nasci e estas coisas são muito fortes, tenho um xódó muito especial pelo verde e acho o leão um bichinho bem fofo. Miau.
:)
O Porto está cheio de Adelaides, benza-a-Deus! É o que nos salva a honra das cenas de alguns burgessos por aí, carago...

Zé Luís disse...

Rijo e forte à moda do Norte. Com tanta experiência de vida e não sabia "disto"?

Anónimo disse...

De fininho o nosso SCP lá vai indo...

Saudações.

Guilherme.

Anónimo disse...

Cafetaria Lai Lai…
E, se um destes economistas, que agora andam a catar os tostões mas que já se fartaram de criticar a economia de dona de casa de Salazar, souber que tomou o avião para fora do País, pode muito bem chegar à conclusão que a menina Adelaide até contribuiu para as exportações…
antonio pa

Rui C. Marques disse...

Caro Francisco,
Confesso que,apesar da hora (7.20), não recusaria uma "sande" e um fininho tirado pela Adelaide.
Grande abraço.

Vitor Esteves disse...

Só faltou á Adelaide dizer: Vai beber um fino .. e "mai nada" !! (Só para completar o "boneco")

Anónimo disse...

que horror!

Anónimo disse...

Terão mudado o nome do Aeroporto para Sá Carneiro por causa das Pedras serem RUBRAS?

diogo disse...

Homem que é homem não bebe água das pedras , bebe um fino tirado pela Adelaide . Biba o Porto , carago . Ehehehehehehe

Anónimo disse...

Tenho que ir ao Porto conhecer a Adelaide, e talvez encontre tambem o chico fininho.

Silva.