domingo, 10 de novembro de 2013

Taça

Não estou à espera (nem aceitarei) que algum comentário a refira, mas não me coibo de lembrar que, para a minha geração, havia uma frase que avaliava a importância da "taça" face ao "campeonato".
 
E mais não digo, porque hoje me não apetece discutir penáltis. Nem "very lights"...

5 comentários:

Isabel Seixas disse...

Oh!...

Isabel Seixas disse...

"vivó" o Sporting.

Anónimo disse...

Tenho um aviário e vendo frangos (que mais parecem patos ou perus)baratos, a preço consentâneo com a época de crise. E não são criados a ração. Melhor, como na feira, não vendo, dou-os e ainda ofereço um cobertor para se aquecerem nas noites gélidas e de calafrios.

Carlos Fonseca disse...

Depois do jogo de ontem, não posso deixar de aplaudir, cada vez com mais convicção, a "profissionalização" dos árbitros.

Sobretudo se os profissionalizarem num qualquer ofício que, sendo incompatível com o uso de apitos, bandeirolas e comunicação via rádio, não cause prejuízos a ninguém.

Pô-los a caçar gambozinos, por exemplo!

Anónimo disse...

Num país com tantos problemas para quê profissionalizar a desonestidade?

O que se esperava de um apitador, de terceira escolha, imposto pela nomenclatura do pó?

Silva.