domingo, 10 de novembro de 2013

Comissária

Há dias, numa daquelas "bocas" em que a comunicação social é useira e vezeira, foi "revelado" que a escolha do governo para comissário europeu, nos cinco anos que se sucederão a 2014, poderia ser o professor Poiares Maduro, nóvel governante cujo currículo é ilustrado por algum percurso europeu, desde a academia florentina a órgãos jurisdicionais da União. Conheço bem o percurso de Poiares Maduro e não tenho a menor dificuldade em reconhecer o seu mérito intelectual.

Porém, uma avaliação fria do processo europeu, e dos nossos interesses nacionais nesse contexto, leva-me, também com facilidade, à conclusão de que a pessoa com mais evidente perfil para representar Portugal na futura Comissão Europeia, à luz cumulativa da sua experiência e dos seus conhecimentos, seria, sem a menor sombra de dúvida, a professora Elisa Ferreira, antiga ministra do Ambiente e, depois, do Planeamento, com uma significativa carreira académica, com uma notável prestação no Parlamento Europeu e, de há muito, com uma rede de contactos nesse âmbito que pede meças a quem quer que seja.

Imagino, sem dificuldade, que esta nota possa não ser do agrado da própria Elisa Ferreira. Mas entendi não dever deixar de a colocar aqui.

11 comentários:

EGR disse...

Senhor Embaixador: sem ter da Dra. Elisa Ferreira o grau de conhecimento que por certo detêm permito-me, contudo, aplaudir a sugestão.

Anónimo disse...

Eu por mim acho que a Embaixadora Ana Gomes seria a pessoa mais indicada. É uma mulher de causas e temos uma causa para defender: Portugal.

Anónimo disse...

Ha muitos nomes para todos os gostos. Maduro não é provável com a derrota do PSD nas proximas eleições. Maria João Rodrigues tem mérito suficiente assim como Elisa Ferreira também tem. pena é que com a derrota laranja não possa avançar Silva Peneda, excepcional em preparação técnica, política e desassombro.

Anónimo disse...

Não nos devemos esquecer que o próximo Comissário português será indicado pelo Governo a seguir às eelições europeias e assim será o actual PM a designá-lo. Creio que uma boa opção poderia ser o Professor Álvaro Santos Pereira.

Anónimo disse...

O Álvaro?! Deve ser homenagem ao Cunhal

opjj disse...

Caro Dr. Seixas da Costa, Elisa Ferreira tem perfil para servir a dois amos.Basta lembrar-nos do episódio aquando da eleição de Rui Rio para a CMPorto onde não se desapegou nem da Câmara nem da Europa.
Alguém disse; o burro sou eu?

Cumprimentos

Anónimo disse...

Elisa? Como é possível! OPJJ tem razão. Relembrar certos comportamentos é importante. Preferiria Ana Gomes, que aqui foi sugerida por um comentador. Ao menos estaria ali alguém capaz de bater o pé a certas atitudes da Comissão. Ah, e com Barroso por lá, havia de ser bonito!

Anónimo disse...

Esqueçam Ana Gomes, Maria Elisa ou outrem do PS. Quem indicará é o próximo Comissário Português será o PSD.

Anónimo disse...

Só que o Barroso já lá não estará. Nem em Portugal, esperemos...

Anónimo disse...

Porque é que a Elisa tem o braço ao peito?

José Sousa e Silva disse...

Cada um "puxa a brasa a sua sardinha". Em português brasileiro : me desculpe mas não concordo.