sexta-feira, 1 de novembro de 2013

A eficácia alemã

Durante meses, a Europa e o mundo esperou pelas eleições alemãs. Nada se decidia antes dos "masters" de Berlim resolverem as suas questões política internas. 

As eleições na Alemanha tiveram lugar. A partir dessa data, as conversações para a constituição do futuro governo têm-se arrastado, por muitas e longas semanas.

Se tivesse havido eleições em Portugal e os nossos partidos políticos demorassem o mesmo tempo a decidir o formato de um novo governo posso imaginar as graçolas que que já não teriam surgido na imprensa alemã.

8 comentários:

Anónimo disse...

Estão á espera da crónica do "Expresso da meia-noite", Costa & Zé do Laço!


Alexandre

Anónimo disse...

Quem pode, pode. Quem não pode arreia. Cada um tem a sua população, a qual os respectivos meios de comunicação social fustiga. Aqui é assim, lá é assado.

Anónimo disse...

Pois é mas a Alemanha é um País que não depende do proprio estado! A maquina germanica continua a todo o vapor.

patricio branco disse...

está tudo a funcionar normal e eficazmente, tambem a belgica ali ao lado esteve uma eternidade sem governo e o quê?

Anónimo disse...

E que as regras que se aplicam downstairs nao sao as mesmas que se aplicam upstairs, mas isso custa a entrar nas cabeças republicanas ...

a) Henrique de Menezes Vasconcellos (Vinhais)

Isabel Seixas disse...

Pensando bem o nosso descalabro começou após a tomada de posse dos atores que vão entrando e saindo de cena, após a busca do imediatismo da fama...

Há épocas em que funcionamos bem melhor em autogestão...Bem o tribunal constitucional não tem tantos testes para corrigir, também se fosse obrigatório estudar antes da prova!?

patricio branco disse...

o forte e exemplar sistema federal alemão tambem ajuda bastante, cada estado/lander ou cidade estado são autonomias perfeitas, continuam a funcionar em pleno, a descentralização é afinal uma grande coisa. alem de que a administração publica, o rigor e as maneiras de fazer politica são outras coisas por lá...

Anónimo disse...

O estudar antes da prova...... ainda não sei se não deveria ter ocorrido antes de 2010.