sexta-feira, 19 de julho de 2013

Algarve

Para o imaginário português (e não só), Algarve em julho (e agosto) é sinónimo de férias.

Há exceções. Eu fui uma delas. Por pouco mais de 24 horas, estive no Algarve, mas em trabalho. Com um tempo fabuloso, lá vi o mar. Mas ao longe.

9 comentários:

margarida disse...

E passa pelo mundo inteiro desta maneira: lépido e fagueiro, entre um ponto de partida e um local de chegada, conhecendo fronteiras e burocracias e adivinhando o resto em leituras breves e bons sonhos.
Bem mais do que muitos, amarrados a eternos cais.

Um Jeito Manso disse...

Confirmo: está-se bem.

Mas eu tenho mais sorte: estou de férias e posso ver o mar do Algarve por dentro. E que ricos banhos...!

Isabel Seixas disse...

Vi o mar
mas de longe
para ele não me ver a mim
a trabalhar como quem foge
à hipertensão pelo sal desta crise sem fim...

patricio branco disse...

existem ainda as selvagens, onde tambem se vai em trabalho por 24 horas, e veem-se magnificas a praia e a água de mar para banhos...

Joaquim De Freitas disse...

El-Ghârb ! Nunca se agradecerá bastante ao meu conterrâneo de Guimarães de ter vindo lá do Minho arrancar esta província Gharb al-Ândalus das mãos dos Árabes!

Anónimo disse...

Mas o Senhor Embaixador não está aposentado?... ou segue aquele princípio: "Quem corre por gosto não se cansa"? Julgo ser, pouco mais ou menos, isto...

Anónimo disse...

Sr.Patricio Branco:

As Selvagens seriam um magnifico destino para uma vida ao ar livre fora da poluição sonoro/mental de certos governantes caviar do passado recente !( "Estou bem assim....ó Luís?")

Alexandre

Anónimo disse...

Quadras-António Aleixo

"P'ra mentira ser segura
E atingir profundidade,
Tem que trazer à mistura
Qualquer coisa de verdade.

O rato mete o focinho
Sem pensar que faz asneira
Depois, ou larga o toucinho,
Ou fica na ratoeira.

Há pessoas muito altas
De nome ilustrado e sério
Porque o oiro tapa as faltas
Da moral e do critério.

Enquanto o homem pensar
Que vale mais que outro homem,
São como os cães a ladrar,
Não deixam comer, nem comem."


Alexandre

Julia Macias-Valet disse...

Dear Maggie,
Um beijinho e parabéns pelo seu comentario "si bien saisi" :)

Para o escriba que so "jardinou" o mar com o olhar...

O Sul

O sol o sul o sal
as mãos de alguém ao sol
o sal do sul ao sol
o sol em mãos do sul
e mãos de sal ao sol

O sal do sul em mãos de sol
e mãos de sul ao sol

um sol de sal ao sul
o sol ao sul
o sal ao sol
o sal o sol
e mãos de sul sem sol nem sal

Para quando enfim amor
no sul ao sol
uma mão cheia de sal?
O sol o sal o sul
O sol o sal o sul

Ruy Duarte de Carvalho