segunda-feira, 22 de abril de 2013

O mistério do nó de Francos

- Sabes onde é o nó de Francos?

A pergunta não me apanhou totalmente de surpresa, porque tinha sido antecedida de um comentário do tipo: "Então lá vi, no teu blogue, que és muito "entendido" no Porto!"

Devo dizer, contudo, que estranhei o facto daquela amiga, empedernida lisboeta e que eu achava distante das peculiaridades da "Invicta", me estar a colocar tal questão. Mas lá lhe respondi que sim, que sabia onde era o "nó de Francos".

- Olha! Ele sabe onde é o nó de Francos! disse com um ar de espanto, voltando-se para o marido.

Senti-me o "Vasquinho" no exame de Anatomia, na "Canção de Lisboa", quando revelou conhecer o "esternocleidomastoideo".

- E Bessa Leite, conheces?

Que diabo! Que raio de interrogatório portuense era aquele? É que logo se seguiu uma questão sobre a avenida AEP.

A explicação veio logo:

- Conhecemos muito mal o Porto, mas fartamo-nos de ouvir, todos os dias, aqueles nomes, nas notícias sobre o trânsito. Já nos são familiares. Um dia vamos ao Porto contigo, para nos mostrares esses sítios. Andamos com uma imensa curiosidade...

Se acaso eu vier a levar esses meus amigos para conhecer o Porto, acho que há sítios bem mais interessantes do que pô-los a passear pela avenida AEP...

Esta historieta, passada há dias, lembrou-me uma conversa com um amigo timorense, há muitos anos, em Nova Iorque. Falávamos de Lisboa, cidade que ele só tinha visitado por escassas horas De repente, inquiriu: "Você sabe onde é a segunda ponte do Feijó?" Disse-lhe que sabia que era na margem sul do Tejo, mas não tinha a certeza que localidades ligava. Mas qual era a curiosidade? Riu-se e disse-me que, na rádio portuguesa que chegava a Timor pela onda curta, relativa à manhã lisboeta, ouvia frequentemente que "as filas de trânsito começam na segunda ponte do Feijó"...

Afinal, as notícias do trânsito podem ser bem instrutivas.

6 comentários:

Isabel Seixas disse...

É, sem mistérios às vezes, os nós de garganta...
Hoje os que conduzem a alvalade oriundos da luz...

Anónimo disse...

Hoje, o seu amigo timorense já não ouve nada...

Anónimo disse...

Pois é! Que interessará a alguém do Porto, sobre notícias de transito, que a "bicha" é enorme na A5, junto a Linda-a-Velha? Mas as notícias são isso mesmo.

Gil disse...

Penso que a segunda ponte do Feijó está para o Porto como o Estado do Acre para o Brasil.

Santiago Macias disse...

Aqui, pelos lados de Mértola, essas informações também nos lançam na consternação. Faria Guimarães? Reta dos Comandos? Pimenteira? Túnel do Grilo? Um verdadeiro Portugal Desconhecido...

http://avenidadasaluquia34.blogspot.pt/2010/01/portugal-desconhecido.html

ié-ié disse...

O que me dá gozo é circular sem problemas entre Pinheiro de Lafões e Oliveira de Frades e ouvir na TSF que a 2ª circular está cheia bem como o tal nó de Francos.

LPA