terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Marques Júnior (1946-2012)

O ano não começa bem. Acabo de saber da morte de Marques Júnior, uma das figuras do 25 de abril. Envolvido posteriormente na vida político-partidária, revelou-se sempre um homem desapegado do poder, sem procurar cargos ou honrarias.

Conhecemo-nos nos tempos conturbados da Revolução. Recordo-me de uma reunião do Exército, coordenada por Vasco Lourenço, na noite de 13 de março de 1975, durante a qual Marques Júnior recusou integrar o novo Conselho da Revolução, que emergiu na sequência dos acontecimentos de "11 de março". Só a insistência dos seus camaradas o fez mudar de ideias, num momento posterior.

Próximo de Otelo Saraiva de Carvalho, viria a distanciar-se da deriva radical deste e a aproximar-se de Ramalho Eanes, tendo presidido à comissão responsável pelo inquérito aos acontecimentos de "25 de novembro". 

Na sua atividade parlamentar, Marques Júnior viria a especializar-se nas áreas da defesa e segurança, mas igualmente das informações. Neste último sensível domínio, o seu nome era regularmente consensualizado para as estruturas de fiscalização dos serviços.

Com a morte de Marques Júnior, desaparece uma das figuras que melhor representa o verdadeiro espírito do 25 de abril. Um homem sério, determinado, fiel às suas ideias e sempre disposto a lutar por elas.

8 comentários:

Isabel Seixas disse...

"o verdadeiro espírito do 25 de abril."In FSC

Decerto deixou semente.
A foto é bem expressiva

gherkin disse...

Com o desaparecimento de mais esta figura de tão notável período, esvai-se, cada vez mais, esse ESPÍRITO a quem se deve o Portugal Democrático atual. A eles, aos sobreviventes, e a Marques Júnior, que agora parte, presto a minha modesta, mas sincera Homenagem!
BOM ANO, MEU CARO, assim como a todos que seguem este tão especial e MAIS do que "duas ou três coisas".

Anónimo disse...

gherkin, agradeço e retribuo os votos de BOM ANO. Associo-me à Homenagem que a nossa geração em particular deve a figuras como a de Marques Junior!

Helena Oneto disse...

Abril perde mais um dos seus mentores. Lamento a morte precoce de Marques Junior "sempre coerente com a defesa dos valores da Liberdade, da Democracia, da Justiça Social e da Paz, valores de Abril" palavras de Vasco Lourenço que ficam impressas na Historia da nossa recente e tão "velha" Democracia.

margarida disse...

Não confortará, mas pense que foi o infeliz corolário do ano que passou e não o triste dealbar do que agora se inicia.
Será menos melancólico...

Manuel Leonardo disse...

Este Senhor seria algum democrata ?
Ou seria algum Socialista ?
Ou sera ainda efeitos que ainda nao se acabou de festejar a entrada do 2013 ?
Ou sera prenuncio de fracos e bons comentarios neste novo ano no duas ou tres coisas ?
Ou serao todas estas coisas mesmo tempo ?
Como ha ressureicao vou esperar para ver .
Paz a sua Alma .
Manuel Joaquim Leonardo

patricio branco disse...

homem/politico discreto, o que é uma virtude

Helena Sacadura Cabral disse...

Era um homem bom e de bem.
Malfadado 2012!