domingo, 29 de julho de 2012

Esclarecimento

Ao passar, ontem, num certo cruzamento de Viana, não pude deixar de lembrar-me do dia em que ouvi, há quase meio século, um comerciante local, amigo do meu pai, explicar como se empenhava em ajudar os turistas franceses que, nestes tempos de férias, atravessavam a cidade: "Ali, ao pé do Hotel Aliança, eu digo-lhes 'sempr'en frent' e eles nunca se enganam na estrada para a fronteira".

11 comentários:

Manuel Leonardo disse...

Sua Excia esta´, cada vez , mais endeusado, cada vez escreve mais direito com linhas mais tortas ´.
Respeitosamente cumprimenta-o
, o
ManuelJoaquim Leonardo
Peniche Vancouver Canada
fielamigodepeniche.blogspot.com

Isabel Seixas disse...

Ora , para esse Senhor no mínimo Licenciatura em Sinaleiro com 180 créditos European Credit Transfer Sistem(ECTS),atribuidos claro pelo conselho cientifico dos sassamelos.

Isabel Seixas disse...

Não publique por favor

A propósito, o Sr. passa a vida no laréu,já agora bem podia fazer um retiro a Chaves... Um só cafezinho ?...
Só para ver como ficou da coluna vertebral , do joelho ficou bem.
Abraço
Isabel

gherkin disse...

Mau patriota, caro amigo Embaixador! Boas as férias? Espero que sim. Aproveite-as o melhor possível.Digo "mau patriota" pelo facto de não ter encaminhado os possivelmente ricos veraneantes para as atrações turísticas em que pudessem gastar os seus então "francozinhos" a favor da economia portuguesa! Afinal, como dizia a saudosa e mui estimada Amália, "Ir a Viana" era um dever! E, não conduzir os visitantes para a ftonteira!!
Abraço,
Gilberto Ferraz

C.e.C disse...

Já eu, só me posso queixar do turismo nacional. São lisboetas a estacionarem em qualquer lugar e a apitar por todo o lado, portistas com "o rei.. no motor" e em ultrapassagens que não lembra ao diabo, etc.

Os estrangeiros, esses sempre andam algo a medo.

Estranho o ambiente rodoviário que fica pelo Algarve nestas alturas.

patricio branco disse...

simpatico senhor, gostei

Anónimo disse...

"portistas" ou "portuenses"?!

Portugalredecouvertes disse...

Sr. Embaixador,
eu tocava no assunto de muita sinalética por esse país fora que mais parece feita para colocar sinais "em qualquer lado",
apesar de estar habituada, fico muitas vezes "apeada" nos cruzamentos, sem saber para que lado fica, não diria a fronteira, mas o local para onde quero ir...
Encontrar um habitante local a quem se faz a pergunta, resolve,
sem falar da noite, onde estão os sinais luminosos?
Então para quem não conhece a lingua, o desafio é grande, a sinalética não parece ser feita para "forateiros", e fácil é encontrar a fronteira "sempre a leste"...

Anónimo disse...

Até que enfim.Segundo o blogger,esta
a 1ª vez que dedica o tema a VIANA.
Espero mais.Vila Real 19-Viana 1
Cumprimentos e aproveite a oportunidade.

C.e.C disse...

Toda a razão, caro Anónimo. "Portuenses" - "foi a boca/dedo a fugir para a verdade"; de qualquer forma, obrigado pelo reparo.

Anónimo disse...

A fronteira este ano regista um número de visitantes inferior a outros anos. Pena.