quinta-feira, 28 de junho de 2012

Bolas!

Há países com azar? Há países com sorte? Nós temos azar e os espanhóis têm sorte? Isso só é assim na aparência. Tem azar quem não tem sorte e ter sorte é uma coisa que dá muito trabalho. As bolas não entraram, quando deviam ter entrado? Pois é, a isso chama-se futebol. Depende e não depende de nós.

Pronto, já passou! Vamos agora ao jogo do défice e da dívida. Esse é o "euro" que não quero perder.

8 comentários:

Isabel Seixas disse...

Frustração!Exato Bolas!

Anónimo disse...

A sorte protege os audazes.

A sorte dá muito trabalho.

A maioria dos portugueses trabalha muito.

Sempre foram florais, pouco audazes e rijos, a exigir as mais valias.

Esperemos que o euro se incline perante o trabalho e não se divirta na perspetiva de jogos de guerra futuros.

Exijamos com força um euro de justiça.

Guilherme.

patricio branco disse...

foi um tremendo duelo, 120 min de energia e bom jogar. os penalties já não são jogar, é mais de roleta russa. a equipa portuguesa perdeu mas merece respeito e aplauso.

Anónimo disse...

O "euro" que o Senhor Embaixador, não quer perder não pode continuar a servir só o universo do capital centrado apenas em si mesmo. O "euro", este mesmo, também tem de chegar ao dia a dia das empresas e das pessoas. O Serviço de Saúde pública ter sido finalmente aprovado nos EUA, pode contribuir para dar mais força ao Presidente Hollande e ao nosso SNS; pois se virmos bem podem mesmo ser uma boa fonte de criação de empregos de profissionais a um nível que fazem girar o "euro" que recebem como salário. Quem tem milhões não gasta. Gasta quem vai tendo "alguns" euros. Estou num dia de "mais" esperança do que tinha ontem, mas ainda não acredito muito na sobrevivência deste euro.

Anónimo disse...

Portugal não perdeu. Não passou, que é uma coisa diferente. O resultado oficial é um empate a zero. Já basta a eliminação. Não inventem uma derrota, também.

Isabel Seixas disse...

Gostei tanto tanto do comentário do anónimo das 16:01...

Até já me sinto outra. sem substimar senhor Embaixador o Seu
" Já passou"
Assim é muito mais fácil voltar a torcer por mios hermanos como sempre fiz em segunda hipótese claro e continuar a seguir com orgulho os designios de Cristo com exclusividade no cruciFixo ...

Anónimo disse...

"mios hermanos" é como se diz "ninhada de gatos", em castelhano

Isabel Seixas disse...

Caro anónimo das 19.h e é bem interessante.
(ás vezes por cá infelizmente afogam-se, não sei quem "lhes" dá direito...)
As ninhadas de gatinhos são tão fofinhas.
Ontem foi ninhada de golos...