quinta-feira, 10 de março de 2011

Mais "duas ou três coisas"

A jornalista francesa Anne Sinclair, que foi uma figura importante do jornalismo televisivo francês, é casada com o diretor-geral do FMI, Dominique Strauss-Kahn. O seu marido, conhecido na imprensa francesa pela sigla DSK, é um dos nomes mais falados como podendo vir a ser o candidato socialista às eleições presidenciais francesas, em 2012.

Sinclair alimenta, dos Estados Unidos, onde vive, um blogue, hoje cada vez mais popular. Deu-lhe o nome de "Deux ou trois choses vues de l'Amérique". Em 1997, havia escito um livro intitulado "Deux ou trois choses que je sais d'eux".

Boas escolhas "godardianas" para títulos...

9 comentários:

asmo lündgren syaliot disse...

ou seja mais um plágio...

asmo lündgren syaliot disse...

din har blitt lagret og vil plagius
plagiarismus blitt god tatt

Anónimo disse...

De qualquer forma um plágio criativo...

Um pode ser considerado citação do outro... E ambos coexistem

Faltam é duas ou três coisas na terra,é o que mais há, além de Marias...Isabeis...

Cada um em seu género.

A senhora simplesmente também tem bom gosto.
Isabel seixas

Julia Macias-Valet disse...

"...é um dos nomes mais falados como podendo vir a ser o candidato socialista às eleições presidenciais francesas, em 2012."

E para o qual eu na qualidade de publicitaria preconizo como slogan de campanha : " YES WE KAHN !"

Pelagio por pelagio ! : )))

Julia Macias-Valet disse...

Caro asmo lündgren syaliot, diga la que lingua é esta para irmos ao tradutor da Google, sff.

Anónimo disse...

"Le chevalier de Noisiel nourrissait une passion secrète pour Mme de Strauss : cette très riche dame juive, qui envisageait les jouissances du pouvoir, a piqué à De Noisiel le titre de ses mémoires secrètes, "Deux ou trois choses". Ce plagiat fut aigrement commenté à Paris, mais comme tout le monde plagiait en même temps (Freiherr zu Guttenberg fut ainsi expulsé de la Cour de Prusse, ayant copié tout son traité de jurisprudence), l'affaire fut vite oublié et Mme de Strauss partit en Amérique"

Maréchal de Foch de Saint Simon, "Mémoires"

GOD is writing in watermelons disse...

Julia Macias-Valet disse...

Caro asmo lündgren syaliot, diga la que lingua é esta para irmos ao tradutor

tradutor traditor

esponja de palavras, a boa língua é a mista é o crioulo
viking-baixo latim




tysdag 7. desember 2010

The one with the Smålandsturné.

Ja, som sagt var mitt första stopp Rebecka. Och hon är inte bara snäll, hon är en fantastiskt bra vän. Vilken gästfrihet! Bara man stiger in i deras hus känner man sig nästan som en i familjen.

ou seja os que furtam línguas
por vezes esquecem e abominam as suas

e enaltecem as dos outros

Anónimo disse...

Eu até do ponto de vista da evição de derrapagens vejo uma mais valia
nas línguas com ABS...

No meu tempo é que eu acho que não havia...

Mas sou uma pessoa também cuidada tenho quem me oriente...
Convenhamos que nos protege a Nós e aos Outros.

Isabel seixas

Além de que a Senhora tem um rosto interessante e se está disponível para as lides politicas ...Bem bom.

Anónimo disse...

É interessante cotejar com as duas ou tres coisas que Foch de Saint Simon afirma Joseph Crabtree terá dito do Marquês Gallet de la Côte...
Ex-vizinho