sexta-feira, 4 de março de 2011

A lingua e as comunidades portuguesas

Em outubro de 2010, participei num seminário em Lisboa sob o tema "Língua Portuguesa e Culturas Losófonas num Universo Globalizado", promovido pela União Latina e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Na altura, deixei neste blogue apenas o "esqueleto" da minha intervenção, feita de improviso. Alguns comentadores pediram-me o texto, que eu não tinha em forma escrita. Surgiu agora publicado um volume com as contribuições apresentadas nesse encontro, que inclui a que então fiz e que pode agora ser lida também aqui.

3 comentários:

Anónimo disse...

Alguém explica o que isto quer dizer e que acabo de ler num 'site" português sobre os juros e etc? FMI?

"As yields (juros implícitos) das obrigações do Tesouro (OT) a cinco anos atingiram no mercado secundário valores acima de 7,4%, já num patamar próximo do nível dos juros das OT a dez anos.
O spread (diferença) com os juros dos Bunds (títulos alemães) a cinco anos já ultrapassa o nível crítico dos 4,5 pontos percentuais.".

Quem sabe alguma coisa sobre isto?

Guilherme Sanches disse...

Tão depressa passam as semanas loucas, que nem das coisas que a gente gosta de saber se apercebe no momento certo.

Parabéns pelo prémio recebido.

Um abraço

(c) P.A.S. disse...

Caro anónimo

Como economista e gestor poderia lhe responder. Mas penso que a sua pergunta verdadeiramente não quer resposta. Afinal até nas consoantes mudas umas iluminárias esclarecidas teimam em nos empobrecer.