quarta-feira, 16 de março de 2011

Líbia (2)

O líder líbio, Mouammar Kadhafi, tem vindo a repetir que não pode ser demitido de nenhum cargo, dado que não exerce nenhum poder executivo. Ontem, li que se comparou à raínha Isabel II, do Reino Unido, afirmando que esta também não é responsável pelas ações do seu governo.

Deve-me ter escapado, mas não me recordo, com precisão, da última conferência de imprensa da soberana britânica.

3 comentários:

Helena Oneto disse...

Se não fosse Kadhafi a dizer tal enormidade até ria... Estou perplexa, para não dizer horrorizada com o que se passa -e vai passar- na Líbia no futuro próximo. E lamentável que nem o G8 nem a ONU tenham chegado a um acordo para tentar por termo a mais uma chacina.

cunha ribeiro disse...

Há seres humanos que têm de si uma imagem super-humana, e não passam de doidos com sorte...

Douglas disse...

Vemos muito na Televisão falado mal sobre o ditador Muammar Khadafi.
O que nós não vemos é a luta política por trás desses ataques a o ditador.
Antes das revoltas populares no oriente médio o “governo norte americano” era aliado do ditador e não só dele e sim de vários ditadores que governa até hoje os seus países.
Por que do ataque? O governo do Obama que não é nada bobo, sabe que o governo do ditador vai cair. Porque não dar uma força e ainda ficar de bem com os opositores, no futuro ser aliado do novo governo.
Sou a favor de manifestações contra o governo mas no momento que os lideres da oposição pegam armas para atacar o governo, nesse momento o governo de Khadafi tem total direito de contra-atacar o rebeldes.
Nesse momento não é uma manifestações que está acontecendo por lá, sim uma guerra civil aonde a oposição quer tirar e matar o ditador e sua família.
Quem não lutaria para proteger a si mesmo e sua família, quem não iria para guerra com aptidão de defender tais pessoas?
Que governo que país deixaria que rebeldes atacasse o próprio governo e não atacaria de volta?
Quem deixaria alguém bater em você e não atacaria de volta? Você ia deixar acontecer isso?A oposição não quer negociar quer simplesmente matar e seguir o mesmo caminho que ele, virar outra ditadura.

Não pense que autorização intervenção da ONU foi para auxiliar a população líbia. Servir de meio para manter o bom senso no mundo.
ONU não serve para nada, o G20 controla todas as ações e manipula para servi a seus próprio interesses.

Qual é a diferença entre o governo colombiano e o governo líbio ? Qual é a diferença entre as farc a oposição líbia?

A Farc quer controlar a Colômbia e a oposição quer controla a líbia. A diferença é os interesses do governo americano e da ONU.

O governo de Muammar Khadafi tem meu total apoio. O ocidente não ter o direito e nem o dever de controla os países do oriente médio.
Cada país tem o direito de ter sob o seu domínio, sob a sua vigilância a sua nação.