quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Nós e o Rwanda

Anteontem, um visitante do Rwanda acedeu a este blogue. Com esta visita, passou a 138 o número de países de onde recebemos visitas, dentre os 192 Estados que existem no mundo.

Não vale a pena ter ilusões: a grande maioria das novas visitas internacionais computadas são fortuitas, provavelmente fruto de pesquisas no Google, que vêm dar por aqui por mero acaso e que não voltam a repetir-se. Esta é a sina natural de um blogue escrito em português. Na realidade, os leitores regulares deste blogue concentram-se, para além de Portugal, no Brasil, em França e em comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, para além dos nossos postos diplomáticos e consulares.

Mas, apesar disso, as 138 origens nacionais diferentes não deixam de representar uma interessante globalização destas coisas.

Já agora, aqui ficam os votos de um melhor ano para o nosso visitante do Rwanda, esse país africano marcado pela tragédia: felicidades, ou melhor, "umunezero", como se diz em kinyarwanda, a língua local.

2 comentários:

Anónimo disse...

Se há povos que merecem felicidade, estabilidade social e crescimento económico,o do Rwanda é um deles!

Isabel BP

Anónimo disse...

Rwanda is very wary of you.
Do you really like Kagamé?