sábado, 20 de novembro de 2010

25 de abril no Monaco

Divertiu-me imenso, ontem, à chegada formal dos embaixadores ao palácio do Príncipe monegasco, nas cerimónias nacionais anuais, sermos recebidos por uma banda musical que tocava o "A life on the ocean wave" - a marcha militar britânica* que, entre nós, ficou ligada ao 25 de abril.

Os meus colegas estrangeiros não percebiam a minha boa disposição!


*Um atento leitor esclareceu-me que a marcha não é americana, mas sim britânica, o que explica as horas que eu perdi em Nova Iorque a tentar descobri-la nos hinos americanos... E o nome exato é como agora figura. Estamos sempre a aprender e o seu é devido a seu dono.

11 comentários:

Cunha Ribeiro disse...

Um dia ( já lá vai uma década) também tive a honra de visitar o "Palais" dos Grimaldi.
Acabara de pernoitar no parque de campismo em LA CIOTAT, tendo como copiosa companhia um viveiro de formiguinhas.
Ia com a pacóvia ilusão de ver ( nem que fosse a razoável distância) uma daquelas princesas bem brincalhonas... Mas...Acabei por ver fotografias das ditas. Ou melhor, rever...

Margarida disse...

Não diga que também não explicou...

Helena Sacadura Cabral disse...

Só o Senhor Embaixador e o seu oportuno sentido do humor!

Helena Sacadura Cabral disse...

Ó Maggie se explicasse...era capaz de ninguém entender!:))

Santiago Macias disse...

Peço desculpa por me intrometer com uma história "lateral" mas as marchas militares dão pano para mangas. Em 1997 encarregaram-me, no meu concelho, de arranjar sons para uma campanha eleitoral. Achei que o "Semper fidelis" de John Phillip de Sousa tinha o tom apropriado para uma campanha da CDU. E lá caminhámos para uma vitória que poucos esperavam ao som triunfal do hino oficial dos Marines. Só expliquei a brincadeira depois da tomada de posse. E houve quem não achasse graça...

Adelo disse...

A dita marcha militar não é americana. É da marinha de Sua Majestade. É inglesa.

Anónimo disse...

Quando se deu o 25 Abril, tinha apenas 10 anos.

Esta marcha ficou como um dos "meus" símbolos da Revolução juntamente com a fotografia do "Menino do Cravo".

De facto, as marchas militares britânicas e americanas são muito bonitas.

P.S. Caro Cunha Ribeiro, tive mais "sorte" na minha única incursão por terras monegascas, vi a Princesa Carolina e o seu, ainda, marido.

IBP

Julia Macias-Valet disse...

Cara IBP,
Somos da mesma juventude ; ) eu também tinha 10 anos !
O "Menino do Cravo" chamava-se (chama-se Diogo) e esse poster esteve durante muitos anos no meu quarto...ele e o do Jonh Travolta : )))

So uma perguntinha..viu o marido da Carolina...mas qual deles ?

Santiago esclerece-nos la. O hino é americano ou inglês. Ou é inglês mas oficial dos Marines ?

So mais uma coisinha... EU JA cruzei a princesa Carolina assim "ombro com ombro" à entrada do "Bom Marché" : ))...afinal de contas as princesas também precisam de ir comprar collants : )))

Julia Macias-Valet disse...

Ok, ok...ja percebi a(s) historia(s) dos hinos e das marchas e ja acertei o passo : )

Armenio Octavio disse...

Ola

Nunca me cruzei com uma princesa, pelo menos aquelas da realeza, mas verdadeiras princesas vamos todos nós encontrando ao longo das nossas vidas

Anónimo disse...

Cara Júlia,

É verdade, a seguir ao “Menino do Cravo” veio o John Travolta e o Saturday Night Fever :)

Os anos 70 e 80 foram mesmo muito ricos.

Quanto ao marido da Carolina, foi o “ainda” – Ernesto de Hannover.

Isabel BP