segunda-feira, 19 de julho de 2010

Boas férias, leitores...

18 comentários:

Anónimo disse...

quem o manda, ó baixador, andar a saltar de um barco para o cais do tejo? o amigo já começs a não ter idade para essas aventuras, convença-se disso.

Anónimo disse...

Boas férias e regresse com a habitual inspiração para os seus posts.

António Mascarenhas

Anónimo disse...

As melhoras

Anónimo disse...

As melhoras

Margarida disse...

As coisas que as pessoas sabem! :)
Saltar de barcos?..., bem, a ser verdade, é um nadinha aventuroso, pouco apropriado a excelências, que deveriam ter duplos, como no cinema!
Ou seria uma fita dessas? Um 007? Um Jason Bourne?
Uma missão impossível?!
;)
E como poderemos ter boas férias sabendo-o derreado, engessado, entubado, eu sei lá as malfeitorias que as senhoras enfermeiras e os senhores doutores (e vice-versa, para não ferir susceptibilidades nem de classe, nem de género!) praticam na nossa ligação virtual ao mundo diplomático!
Seja bom doentinho, colaborante e (aparentemente)submisso, mas pergunte sempre tudo, como quem não quer a coisa!
E conte-nos, que com tantas séries hospitalares na tv já somos todos uns doutorados em quase todas as especialidades!
Nós seremos a segunda opinião!
Confie.
(no Altíssimo, que o resto valha-nos Ele!)
Rápidas melhoras; entretenha-se a esboçar 'posts', sempre dará por mais bem entregue o tempo...
:)

Helena Oneto disse...

Tudo o que lhe desejo, Senhor Embaixador, é que não sofra e que possa, muito em breve, ter verdadeiras férias.

Anónimo disse...

Subscrevo a Margarida...
Isabel Seixas

César Ramos disse...

Boa noite,

Sou seguidor do seu blog desde há algum tempo, mas tenho-me mantido reservado na medida em que, concordando com os textos, não tenho tido 'élan' para comentários.

Desta feita, era desconsideração saber que se magoou e não apresentar aqui o meu lamento, e desejar-lhe umas rápidas melhoras.

Se me permite, dou-lhe os meus parabéns pelo sentido de humor ao fazer em caricatura [imagem do post] um auto-retrato do resultado do acidente.

Li a surpresa de alguns comentadores - amigos - a imaginarem-no a saltar de barcos para um cais.
Mas as pessoas pensam que, por se ser Embaixador de um País, é obrigatório viver-se numa redoma e rodeado por cortinas de fluidos perfumados? Não! Antes pelo contrário: até se percebe melhor quem todos os dias pratica (ou praticou) esse 'desporto' radical, nas travessias do Tejo nos Cacilheiros.

Que este aborrecido (e dolorido) período passe depressa (...)

As minhas melhores saudações, c/respeitosos cumprimentos.

César Ramos

vitor disse...

Com os Melhores Cumprimentos votos de Boas Melhoras e célere restabelecimento.

Vitor Gomes Freire

Anónimo disse...

Oh, Diabo! Mas átão c’a sucedeu? Trambolhão?
Recuperação rápida é o meu desejo!
Abraço!
P.Rufino

Anónimo disse...

Estas novas modalidades desportivas ...
Um amigo comum, teria exclamado: "Eu sempre disse que essas coisas do desporto só fazem mal!"

Completa e rápida recuperação.

JR

Gil disse...

Gosto do marcador "Avisos à navegação".
Mas não seria melhor "Avisos à atracação"?

Margarida disse...

" (...)Li a surpresa de alguns comentadores - amigos - a imaginarem-no a saltar de barcos para um cais.
Mas as pessoas pensam que, por se ser Embaixador de um País, é obrigatório viver-se numa redoma e rodeado por cortinas de fluidos perfumados? Não! Antes pelo contrário(...)"
A César o que é de César!
... enfiei o chapéu que, como é verão, é de palha e abas largas e apetece-me esclarecer que não imagino nada disso (bem pelo contrário), apenas que numa situação aborrecida como a que infelizmente viveu temos de brincar um pouco, e que quem comenta já por 'vício' tem de ser...hmmm, criativo, ou repete-se entediantemente.
E até seria capaz de apostar que a nossa excelência, no mínimo, esboçou um sorriso, não?
;)

Gina disse...

Mas que maneira de passar as férias... As melhoras rápidas e que a inspiração continue a brotar.
Gina
vivenciasescritas.blogspot.com

Anónimo disse...

Caríssimo Embaixador,

Votos de boas férias, com tudo a correr pelo melhor!

Dado que a mensagem, em parte, é lacónica e omissa, prestando-se a outras interpretações, pelo sim e pelo não, votos de boas melhoras e rápido restabelecimento!

As suas doutas postagens não podem parar e, como tal, exigem também inspiração. Boas meditações!

Fraterno abraço.

Paulo M. A. Martins

Helena Sacadura Cabral disse...

Uma pessoa afasta-se por uns dias e, quando regressa, tem a telenovela inesperada de um Embaixador engessado.
Diga-me se precisa de uma bruxa para o exorcizar de mais azares, porque a terrinha anda cheia delas.
Tenho mesmo pena de si, Senhor Embaixador, porque gesso com calor é terrível. Diz quem sabe!
Melhore depressa e volte à nossa casa.

Anónimo disse...

Só aprendi verdadeiramente a Ser
Enfermeira
Quando estive mais propriamente

Me Senti

Doente.

Não só por curiosidade, mas por necessidade de aprendizagem constante...

Sentiu-se Doente?...

Ou foi só um mero acidente (ocasional) de percurso.

A propósito está melhor?
E sente-se Melhor?(Pessoa,Não é preciso senão lá ficamos todos sem possibilidades de qualquer protagonismo)está a decorrer a remissão dos sintomas?.
Isabel Seixas

A professora Teresa "Mcyntire" da Universidade do Minho escreveu um livro Psicologia da Saúde onde enfatiza a diferença entre estar doente e sentir-se doente, do seu ponto de vista pode efetivamente estar-se doente sendo portador de uma doença(lesão orgânica) sem se sentir doente consequentemente sentir-se doente sem lesão orgânica aparente aí entramos mais nos domínios da saúde mental e psíquica pouco visível aos olhos objetivos dos Maiores os calculistas... Donos do Mundo.

Ah! A língua Inglesa faz a dissociação clara das duas palavras através...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.