domingo, 16 de maio de 2010

Tailândia

Um excelente e inesperado blogue português de Bangkok tem-nos dado conta, bem melhor que muita imprensa, da tensão que se tem vivido na Tailândia e que parece pressagiar dias ainda muito complicados. Só de nome conheço o seu autor, Nuno Caldeira da Silva, mas felicito-o por este verdadeiro serviço público, num país com o qual Portugal tem uma histórica relação.

Ontem, e a propósito desta crise, também ouvi na rádio a voz serena do embaixador português, António Faria e Maya, com uma avaliação inteligente, marcada pela experiência, pela sensatez e pelo bom-senso. É uma sensação reconfortante, para um colega, constatar que, em momentos e locais de crise, a nossa "corporação" está muito bem representada.

Em tempo: foi-me chamada a atenção para mais três blogues portugueses em Bangkok, que se podem consultar aqui, aqui e aqui.

7 comentários:

José Martins disse...

Senhor Embaixador,
Tenho lincado algumas peças de Nuno Caldeira da Silva,aos meus blogues, muito bom noticiário sobre os acontecimentos... Mas, mas o favor de passar pelos meus: http://aquitailandia.blogspot.com e http://maquiavelencias.blogspot.comTenho estado horas a fio em cima do drama. Neste momento 5.20 da manhã já aqui estou há duas horas.
Respeitosos cumprimentos.
José Martins

Anónimo disse...

Senhor Embaixador
Já agora recomendo um outro excelente blogue feito a partir de Bangkok em português que é Combustões: http://combustoes.blogspot.com/
Tem reportagens diárias feitas no meio dos acontecimentos e muitas fotos inéditas.
Filipe Canto e Castro

Leandro disse...

Tenho seguido com curiosidade os acontecimentos em Banguecoque, mas a informação portuguesa não me parece original. Também tenho seguido o Combustões e agradeço a informação acerca dos outros blogues acima indicados. Vou ver. Obrigado, Sr. Embaixador.

Anónimo disse...

"Mas felicito-o por este verdadeiro serviço público,"

Eu também, se me permite.

Isabel Seixas

Fenêtre du Portugal disse...

Bom dia

1 - Pena esses blogues andarem espalhados.

2 - Parabéns pelo tema e pela divulgação.

3 - Ponto de vista de António Faria e Maya : Creio, sempre disse, e continuo a afirmar que os Embaixadores são em geral os únicos e verdadeiros "institucionais" que (ainda) mereçam interesse e respeito por parte da(s) comunidade(s) que
representam.

A Republica, que perdeu muitos dos seus valores com "politicas batoteiras / bananeiras" tem muito que aprender com esses "homens de terreno".


Mario Pontifice

Nuno Caldeira da Silva disse...

Um obrigado pelo seu cumprimento. Comecei estes escritos como um diário da minha estadia em Bangkok e como uma forma de comunicar com Portugal. Acontece que desde 2006 que este país tem vivido tempos complexos e acabei, até porque me ajuda no meu trabalho, por relatar o que vem acontecendo do ponto de vista político desde essa altura. O país vive um momento extrememante complicado e mesmo qualquer solução para a presente crise será só temporária mas mesmo desse pouco oxigénio o doente está ansioso.

Permita-me saudar também os seus escritos que não são novos pois a sua actividade quando no Brasil já era do meu conhecimento.

Nuno

Anónimo disse...

O Combustões foi uma revelação. Que escrita e que estilo. Reconhecida pela recomendação.
Sandra Figueiredo